ARTIGO: CAASP, UMA HISTÓRIA DE 75 ANOS


07/02/2011

Luiz Flávio Borges D'Urso

A Caixa de Assistência dos Advogados do Estado de São Paulo, a CAASP, completa 75 anos, celebrando uma história sem similar de serviços prestados à advocacia paulista. Braço assistencial da OAB SP, a Caixa vem cumprindo com sua missão de contemplar as necessidades da classe.

 Um dos papéis principais da  CAASP   é  amparar pecuniariamente os colegas  que comprovadamente se encontram impossibilitados de atuar profissionalmente por enfrentarem problemas de saúde. Mas também oferece  auxílio médico, odontológico, natalidade, para medicamentos, dentre outros.

A história da Caixa começa a partir da detecção dessa necessidade. Em dezembro de 1935, o advogado João da Silva Neves Manta foi encontrado gravemente doente. Antes que fosse removido para a Santa Casa de Misericórdia como indigente, o médico do Serviço Sanitário ligou para a casa de Pelágio Lobo, então segundo-secretário da OAB SP, para que tomasse alguma providência. Lobo acionou o primeiro-secretário, Waldemar Teixeira de Carvalho, e eles tiveram a iniciativa de internar o advogado para que fosse tratado. O acontecimento levou o presidente da OAB SP na época, José Manuel de Azevedo Marques, a propor a criação de uma comissão para tratar da assistência à advocacia.

 Em nossa gestão, sob o  comando do saudoso Sidney Bortolato Alves e, agora presidida pelo  jovem Fábio Romeu Canton Filho,  ambos uma escolha pessoal que fiz enquanto presidente da Seccional, a CAASP capilarizou-se em todo o Estado e  tornou-e uma  referência na prestação de serviços aos advogados em suas Regionais e Espaços Caasp.

 

Firmou convênios importantes  com laboratórios farmacêuticos para garantir aos colegas  descontos de até 83% em medicamentos genéricos e  com empresas de planos de saúde  e de telefonia  oferecem planos com preços exclusivos para os advogados.

Mais recentemente, também estabeleceu acordos com as escolas  Aliança Francesa e  União Cultural Brasil – Estados Unidos para que os advogados possam, pagando pouco,   se aprimorar culturalmente e abrir novas fronteiras de trabalho. As 33 livrarias da CAASP espalhadas pelo estado dispõem de 7.500 títulos jurídicos e 25 mil exemplares disponíveis para aquisição com desconto também dão suporte cultural aos advogados.

Ao longo de sua história, a CAASP vem buscando ampliar serviços,  convênios e parcerias que revertem em benefícios para a classe. Este ideal só poderia ecoar no tempo na forma de reconhecimento de toda a advocacia bandeirante pelo trabalho realizado nos últimos 75 anos. Parabéns CAASP!

 

Luiz Flávio Borges D’Urso é Presidente da OAB SP