BRAZ MARTINS NETO É O NOVO SECRETÁRIO-GERAL DA OAB SP


28/02/2011

Por unanimidade, o Conselho Seccional da OAB SP aprovou nesta segunda-feira (28/2), o nome do advogado Braz Martins Neto para ocupar a vaga de secretário-geral da OAB SP, sucedendo a Sidney Bortolato Alves, falecido no dia 15 de dezembro do ano passado.

 

 

Em cumprimento às formalidades do Regimento Interno, o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, submeteu aos conselheiros, inicialmente, o nome de  Braz Martins Neto para ocupar a vaga de conselheiro suplente, devido a renúncia de Marco Antonio Mayer, que assumiu o cargo de ouvidor da Prefeitura de Suzano, que é incompatível com  o exercício da advocacia. Na sequência, o nome de Braz foi apreciado  para a vaga de conselheiro titular e, finalmente, de diretor da OAB SP, uma vez que o secretário-geral  também integra o Conselho como membro titular.

“ Diante de tantos nomes qualificados, agradeço o apoio do Conselho Seccional ao nome de Braz Martins Neto  que,  além de ser alguém com uma vasta folha de serviços prestados à advocacia, é um amigo de 30 anos, pessoa de  minha absoluta confiança,  que tem grande sinergia com os demais diretores e é capaz de levar a efeito as propostas de nossa gestão”, afirmou D´Urso.

“ Estou muito honrado  em continuar servindo a OAB SP , agora na Diretoria da nossa Ordem, que presta relevantes  serviços à advocacia. Vejo o cargo de secretário-geral como tendo uma característica de  funcionalidade dentro da estrutura da Ordem . Estou disposto e preparado para  abraçar os desafios da Secretaria- Geral”, ponderou Braz Martins Neto. 

O presidente da OAB SP também ressaltou que na montagem da  chapa que concorreria à eleição da OAB SP , em  2009,  Braz Martins Neto  já seria o secretário-geral; mas  que por composição política aconteceram mudanças, dentre elas na presidência da CAASP(Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo) e Sidney Bortolato Alves veio para a Ordem e Braz Martins  foi para a Caixa como diretor-tesoureiro (2010/2012), cargo ao qual renuncia.

O presidente da CAASP, Fábio Romeu Canton Filho, ressaltou o trabalho de Braz Martins Neto na Caixa  como diretor-tesoureiro: “O rigor com que conduziu, ao lado de toda a Diretoria, as contas da CAASP permitiu a manutenção e a ampliação dos serviços prestados à advocacia, que vão desde a concessão de auxílio pecuniário aos colegas carentes até a realização das campanhas de saúde, passando por uma série de benefícios”, afirmou Canton.

Braz Martins Neto tem 60 anos, é formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (1973), atua especialmente em Direito Empresarial. Além de conselheiro estadual por duas gestões, foi  presidente e corregedor do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB SP, também presidiu a Comissão de Estágio e Exame de Ordem da Seccional  Paulista e integrou a Comissão de Inscrição do Quinto Constitucional, Comissão de Acompanhamento das Negociações junto à OMC, Comissão de Assuntos do Judiciário  e integrou pela OAB SP várias bancas examinadoras para ingresso à Magistratura.