ADVOGADOS PAULISTAS SÃO ESCOLHIDOS PARA O STJ


26/04/2011

Dois advogados paulistas, Antonio Carlos Ferreira e Ricardo Villas Boas Cueva, foram escolhidos pela presidente Dilma Rousseff para ocuparem cargos de ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), pelo Quinto Constitucional – Classe dos Advogados. O terceiro indicado é o mineiro Sebastião Aves dos Reis Junior.

 “Os três novos ministros têm qualificações que permitirão uma contribuição significativa ao  trabalho desenvolvido no STJ, o Tribunal da Cidadania. Parabenizo os futuros ministros e desejo-lhes uma carreira profícua”, disse o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso.

 

Antonio Carlos Ferreira é bacharel em Direito pelas Faculdades Metropolitans Unidas (FMU), formado em 1981. Tem  54 anos e irá ocupar a vaga aberta com a aposentadoria do ministro Antônio de Pádua Ribeiro, ocorrida em setembro de 2007. É advogado de carreira da Caixa Econômica Federal, onde está há mais de 25 anos, ingressando na instituição por meio de concurso público. Foi diretor jurídico da Caixa e é presidente do Conselho da Escola de Advocacia da Universidade Caixa.

 

Ricardo Villas Boas Cueva, 48 anos, é graduado em Direito pela Universidade de São Paulo , mestre em Direito Tributário pela Harvard Law School e doutor em Direito Tributário Ambiental pela Johann Wolfgang Goethe Universität, Alemanha. Atuou como procurador do Estado de São Paulo e da Fazenda Nacional e, ainda, como conselheiro do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). De 2002 a 2004, foi professor de Direito Empresarial do Ibmec Educacional S/A, em São Paulo. Cuevas ocupará a vaga de Nilson Naves, aposentado em abril de 2010.

 

Após a publicação das indicações no Diário oficial, os indicados serão sabatinados pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Se aprovados, seus nomes serão submetidos à aprovação no plenário.