ARLES JR É RECONDUZIDO À PRESIDÊNCIA DA COMISSÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA


01/06/2011

Os membros da Comissão de Segurança Pública da OAB SP em 2011 foram empossados oficialmente nesta terça-feira (24/5) pelo presidente da seccional, Luiz Flávio Borges D’Urso. Os advogados Arles Gonçalves Júnior e Roberto Cianci foram reconduzidos aos cargos de presidente e vice-presidente da comissão.

 

Em discurso, Gonçalves falou sobre as atividades da comissão em 2010, como a análise dos projetos da Polícia Civil “Reengenhari da Polícia ”, de realocação de policiais para otimizar o trabalho, e o “Necrim”, de instalação de polícia comunitária, inicialmente instalado na cidade de Lins, no qual um delegado de polícia recebe reclamações de menor potencial ofensivo e faz a conciliação, homologada pela Justiça e pelo Ministério Público.

 

Segundo Gonçalves, o Necrim, instalado nas cidades de Assis, Barretos, Bauru, Jaú, Marília, Ourinhos, Tupã e Franca, resolve 90% dos casos que recebe. A Comissão de Segurança Pública vai estudar como o projeto pode ser expandido para o resto do Estado.

 

A comissão também continuou ajudando a Polícia Civil na aprovação de sua reestruturação, acompanhando a questão da reposição salarial na Segurança Pública do Estado e a luta pela aprovação do seguro de vida 24 horas a policiais.

 

Em outro projeto, apresentado em 2010 para solucionar o problema da cracolândia, em São Paulo, foram produzidos vídeos e fotos durante dois meses. O próximo passo é utilizar as informações obtidas em ações junto ao poder público para resolver a questão.

 

“[Isso será feito] para que juntos consigamos solucionar a questão não do traficante, porque isso a polícia já faz, mas sim do usuário, que precisa de tratamento”, afirmou Gonçalves.

 

Gonçalves disse ainda que a comissão arrecadou cerca de 500 kg de leite em pó nas 14 palestras organizadas em parceria com o Departamento de Cultura e Eventos, que atraíram 1.122 participantes. Também foram arrecadados donativos, junto com a Cruz Vermelha  Brasileira - Doiretoria Nacional, para vítimas de enchentes na região serrana do Rio e no interior paulista.

 

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, afirmou que a seccional cresceu muito de 2003, quando tinha 30 comissões, até hoje, com mais de cem comissões, e disse que Gonçalves fez parte desse projeto de expansão. D’Urso afirmou ainda que a comissão visa fazer com que as pessoas se interessem pelo tema segurança pública.

 

“A ideia da Comissão de Segurança Pública é inculcar na sociedade que segurança pública não pode ser somente faceta de responsabilidade governamental. É fato que as forças de segurança têm a obrigação, na estrutura do Estado, de realizar essa atividade. Mas é fato também que não esgota essa atividade, porquanto segurança pública é responsabilidade de todos”, disse D’Urso.

 

Também integraram a mesa diretora da solenidade: Fernando Capez, deputado estadual; Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, desembargador, presidente da Associação Paulista de Magistrados; Andrea Cristina Pimentel Palazzolo, delegada de polícia representando secretário de Estado Adjunto da Segurança Pública; Marcos Carneiro Lima, delegado geral de Polícia Civil do Estado de São Paulo; José Augusto Alves Suto, representando o secretário Municipal de Segurança Urbana; Marilda Aparecida Pansonato Pinheiro, presidente da Associação dos Delegados de Polícia de São Paulo; Clara Martinolli Freire da Silva, tenente do Exército representando o comandante militar do Sudeste; Marco Antônio Basso, capitão da PM representando o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de São Paulo; Jeferson Del Carlo, representando o superintendente da Polícia Científica do Estado de São Paulo; Sidney do Nascimento, comandante adjunto da Guarda Civil Metropolitana; Cláudio Peron Ferraz, conselheiro seccional da OAB SP e presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas do Estado de São Paulo; Rui Augusto Martins, conselheiro seccional da OAB SP; e Umberto Luiz Borges D’Urso, conselheiro seccional e diretor cultural da OAB SP.