BADAN PALHARES ABRE NA OAB SP CONGRESSO SOBRE PERÍCIAS CRIMINAIS


08/06/2011

Nesta quarta-feira (1/6), a OAB SP abriu o “I Congresso Estadual de Medicina Legal e Perícias Criminais da OAB SP”, promovido pela Comissão de Estudos de Perícias Forenses da OAB SP, presidida por Norberto Gomes da Silva.

O médico legista Fortunato Badan Palhares abriu o evento discorrendo sobre “Vítimas de Erros Periciais”. Para o médico, o objetivo da perícia é a busca da verdade e as principais vítimas de erros periciais são a sociedade, a família e a vítima.

“A sociedade é uma das vítimas porque muito dos recursos utilizados em reavaliações poderiam ser canalizados para melhorar a infraestrutura da Polícia Científica. A família se torna vítima por não ter a resolução do caso imediatamente. A própria vítima também é prejudicada quando sobrevive e cujos laudos não satisfazem o aspecto legal”, explicou Palhares.

Ele falou sobre outros problemas que prejudicam as perícias como a falta de equipamentos, a formação insuficiente dos peritos e o pouco interesse por parte das autoridades em relação à Polícia Científica.

“Sentimos a falta de sintonia entre a Polícia Científica, o IML (Instituto Médico Legal) e o Instituto de Criminalística. Também compromete a perícia a formação dos peritos, que estudam entre 3 e 6 meses, tempo insuficiente”, afirmou o médico.

Palhares apresentou casos de erros periciais. Em um dos exemplos, um jovem foi parar na prisão devido ao erro da perícia, o que levou o garoto à prisão, acusado de assassinato.