JUIZ DA FINAL DA COPA AMÉRICA É ADVOGADO


26/07/2011

O árbitro brasileiro Sálvio Spínola Fagundes Filho, que apitou a final da Copa América, entre Uruguai e Paraguai, no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, é advogado e membro efetivo da Comissão de Direito Desportivo da OAB-SP . Ele integrante dos quadros da FIFA desde o final da década de 90.

Nesta edição da Copa América, o brasileiro já dirigiu o empate por 1 a 1 entre Argentina e Colômbia e a vitória do Chile por 1 a 0 sobre o Peru, na qual expulsou os rivais Giancarlo Carmona e Jean Beausejour - e foi bastante criticado pelos jogadores do Peru.

Sálvio também já apitou recentemente partidas envolvendo as seleções que decidirão o título da Copa América. Ele arbitrou a vitória do Uruguai por 2 a 1 sobre o Equador, em Quito, pelas Eliminatórias à Copa do Mundo de 2010, em duelo realizado em outubro de 2009, em Quito.

Um mês antes, havia comandado o triunfo por 1 a 0 do Paraguai sobre a Argentina, em Assunção, que garantiu a classificação dos paraguaios.

Sálvio Spínola Fagundes Filho e  José Pinheiro, presidente da Comissão de Direito Desportivo da OAB-SP, participarão juntos, da JORNADA DE DIREITO DESPORTIVO que será realizada na próxima sexta-feira, 29, na cidade de Tupã, numa promoção e realização daquela Subseção, com o apoio do Departamento de Cultura e Eventos da Seccional da OAB-SP.