SEMINÁRIO SOBRE DESAFIOS AMBIENTAIS TEM INSCRIÇÕES PRORROGADAS NA ESCOLA DA MAGISTRATURA


17/11/2011

A Escola Paulista da Magistratura (EPM) prorrogou até 26 de setembro o prazo para inscrições ao seminário “Desafios Planetários Ambientais do Século XXI: o Papel do Judiciário”. O curso será realizado a partir das 9h, nos dias 30 de setembro, 7 e 14 de outubro, no auditório da EPM (Rua da Consolação, 1.483, 2º andar, Consolação – São Paulo).
No dia 30 de setembro, o tema será “Os Desafios Ecológicos do Século XXI”, com três palestras: “Desafios da mudança do clima nos próximos 50 anos”, “Marcos regulatórios internacionais paradigmáticos” e “O engajamento do setor empresarial: o exemplo da construção civil”.

No dia 7, será realizada uma quarta palestra dentro do mesmo tema: “Novos valores jurídicos: o direito dos animais”. Em seguida, o dia continua sob o tema dois: “Os Desafios da Conservação da Biodiversidade”, com as palestras “O panorama da biodiversidade no planeta”, “Os desafios da Rio+20” e “Os desafios do Judiciário brasileiro diante da crise planetária”.

O dia 14 terá como tema “A Rio+20: os desafios da economia verde”, e depois o curso será encerrado.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.epm.tjsp.jus.br, no menu “Cursos” e “Inscrições”. As matrículas serão realizadas até 27 de setembro, e custam R$ 150.

Magistrados e funcionários do TJ-SP paulista têm desconto de 60%. Para outros funcionários públicos estatutários ou comissionados, o desconto é de 50%.

Os palestrantes convidados são:

José Renato Nalini, desembargador da Câmara Ambiental do Tribunal de Justiça paulista Carlos Joly, professor titular da Unicamp Marcelo Takaoka, engenheiro, presidente do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável Fernando Capez, deputado estadual de São Paulo Maria Cecília Wey de Brito, engenheira, coordenadora do Programa Mata Atlântica da WWF-Brasil Fabio Feldman, advogado, ex-deputado federal e ex-secretário do Meio Ambiente de São Paulo Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin, ministro do Superior Tribunal de Justiça André Trigueiro, jornalista da Globo News e professor Roberto Klabin, presidente da Fundação SOS Mata Atlântica