D´URSO LAMENTA ASSASSINATO DE RICARDO JOAQUIM


09/03/2012

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, lamentou a morte do advogado e ex-secretário de Defesa e Convivência Social do Guarujá, Ricardo Joaquim Augusto de Oliveira, assassinado na última quinta-feira (8/3), à noite, durante reunião do Partido da Pátria Livre (PPL).

“A Advocacia paulista repudia e está consternada com mais esse crime, que ceifa prematuramente a vida de um colega. A Comissão de Acompanhamento de Inquéritos dos Advogados Vítimas de Homicídio da OAB SP irá acompanhar o caso para que cheguemos à autoria e motivação desse crime com a maior presteza possível”, afirmou D´Urso, lembrando que no ano passado também foi assassinado no Guarujá o advogado e vereador, Luiz Carlos Romazzini.

Joaquim Francisco, segundo os primeiros relatos de testemunhas, morreu no local dos disparos, a sede do diretório regional do PPL, no distrito de Vicente de Carvalho, alvejado por um homem que chegou com mais três pessoas em duas motos. Todas usavam capacetes.

Ricardo Joaquim Augusto de Oliveira tinha 47 anos e graduou-se pela Universidade Católica de Santos, onde colou grau em 2002, ano em que também obteve sua inscrição definitiva na OAB SP.