OAB SP LAMENTA MORTE DE ORLANDO DI GIACOMO FILHO


11/09/2012

Com profunda consternação, a OAB SP comunica o falecimento do advogado, ex-conselheiro seccional e primeiro presidente do Cesa (Centro de Estudos da Sociedade de Advogado), ORLANDO DI GIACOMO FILHO, aos 72 anos, nesta terça-feira (11/09), no hospital Sírio Libanês, na capital paulista. O corpo estará sendo velado na Funeral Home (Rua São Carlos do Pinhal, 376) e o sepultamento será realizado no Cemitério do Araçá (Av. Dr. Arnaldo , 666) às16h30 , desta quarta-feira (12/9).

“A Advocacia está enlutada, perde um pioneiro, que ajudou a escrever a história contemporânea das sociedades de advogados no Brasil e preparou gerações de profissionais para os desafios do futuro”, afirmou o presidente em exercício da OAB SP, Marcos da Costa, ao saber do falecimento de Giacomo Filho pela secretária-geral adjunta da OAB SP, Clemencia Wolthers.

Orlando Di Giacomo Filho era graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - turma de 1964,  - e atuou ao longo de décadas no escritório Demarest & Almeida Advogados, inicialmente como advogado e, posteriormente, como responsável pela seleção, contratação e treinamento dos estagiários de Direito. Também foi conselheiro e membro da Comissão Nacional das Sociedades de Advogados nas últimas gestões e na atual.

Na OAB SP, ocupou inúmeros cargos, tendo sido presidente da Comissão de Sociedade de Advogados (2000 e 2001/2003), da Comissão Especial de Defesa da Advocacia contra a Invasão do Exercício Profissional (2001-2003) e da Comissão de Revisão da Consolidação da Legislação Estadual (2004/2006). Integrou ainda as Comissões: Eleitoral, de Modernização do Judiciário, de Inscrição do Quinto Constitucional, o Conselho de Prerrogativas e o Comitê de Defesa do Mercado de Trabalho da Advocacia.