PRESIDENTE DA OAB SP VISITA O VALE DO PARAÍBA E PARTICIPA DE CONGRESSO TRABALHISTA


25/10/2012

O presidente em exercício da OAB SP, Marcos da Costa, visitou na última quinta-feira (18/10) cinco cidades do Vale do Paraíba, onde participou de palestras, solenidade de entrega de carteiras da Ordem, entrega de Certificação ISO-9001 e da abertura do 31º Congresso Estadual dos Advogados Trabalhistas, em Campos do Jordão.

Em Cruzeiro, reuniu-se com advogados na Casa do Advogado e elogiou o presidente da Subseção José Pablo Corte por ter a sensibilidade de ter uma diretoria formada por mulheres : a vice-presidente, Priscila Mara Garcia, a secretaria Lucianne Fernandes Penin Garcia e a secretaria-adjunta Juliana da Silva Signorini, lembrando que desde 2006 o ingresso de mulheres tem sido maior do que o dos homens nos quadros da OAB SP e que há quase 3 mil advogadas trabalhando na Ordem paulista, no Conselho Seccional, Diretorias de Subsecções e presidentes de Comissões, TED e outras unidades. Para Pablo, Marcos da Costa é um dos dirigentes que mais conhece a Ordem.

Na cidade de Cachoeira Paulista, Marcos da Costa fez a entrega do certificado da ISO 9001 para a presidente da Subseção de Cachoeira Paulista, Silmara Ferreira da Silva. O presidente em exercício da OAB SP disse que o certificado é um conquista da administração, que se moderniza e lembrou que a última vez que esteve na Subsecção de Cachoeira foi para mediar um conflite com a juíza local que tratava sem urbanidade os advogados e que foi transferida. A presidente Silmara agradeceu os advogados, que são unidos, e os colaboradores pelo certificado de qualidade.

Na subsecção de Lorena foi recebido pelo presidente Homero Novaes Vieira Braga  Ferraz e fez uma longa análise sobre a carteira dos advogados do Ipesp e todas as medidas que a OAB SP tomou para preservar os direitos dos beneficiários. “Se a carteira fosse liquidada, como pretendia o Ministério da Preidência Social  e o governo do Estado, os recursos não dariam para pagar 10% das aposentadorias”, disse Costa, ponderando que a alternativa era manter a carteira em extinção, vetando entrada de novos contribuintes, mas garantindo o direito dos que já estavam. Também disse que está sendo prepara com a AASP e o IASP uma ação judicial, diante da vitória no STF, que assegurou a responsabilidade do Estado. Maros da Costa se comprometeu a fazer gestões junto ao Tribunal de Justiça para a criação da terceira Vara de Lorena, buscando a inclusão em substituto de projeto de lei em tramitação na Assembleia.

Em Pindamonhangaba, foi recebido pelo presidente Antonio Azis Boulos, discorreu para os advogados sobre vários assuntos, ressaltando as comemorações dos 80 anos da OAB SP, que é uma entidade sem parâmetros com nenhuma outra entidade classista no país e até no mundo. Também citou que os 18 projetos que tramitam na Câmara dops Deputados contra o Exame de Ordem que, para ele é um instrumento de defesa do cidadão, porque assegura que o bacharel em Direito que se inscrever como advogado terá condições técnicas de fazer a defesa dos direitos do cidadão e de seus maiores valores, como a vida, a honra, o patrimônio.

Em Guaratinguetá participou da solenidade de entrega de carteiras a novos advogados e estagiários. “Considero essa cerimônia a mais marcante na vida dos advogados”, disse. A mesma opinião foi defendida pelo presidente da Subsecção José Helio Galvão Nunes: “penso como Marcos da Costa, quando recebi minha carteira da OAB foi das mãos da secretaria do presidente e considerei que faltou certa formalidade”.

Marcos da Costa também foi saudado por Fábio Kalil, ex-presidente da Subsecção de Guará e integrante da Turma Deontológica do TED por ser um líder co fortes vínculos com o interior – e  saudou o ex-deputado federal e ex-presidente da Subsecção, Marcelo Ortiz, presente ao evento, por ter criado e presidido a Frente Parlamentar dos Advogados na Câmara Federal, principalmente pelo trabalho realizado pela regulamentação da carga rápida e aprovação do projeto que criminaliza as prerrogativas profissionais dos advogados na Câmara Federal.

Por fim, Marcos da Costa participou do XXI  Congresso dos Advogados Trabalhista de São Paulo, em Campos do Jordão, onde fez uma saudação ao presidente da Associação,  Cláudio Peron Ferraz,de quem foi colega na Faculdade de direito e saudou também o  professor Amauri Mascaro Nascimento, professor titular aposentado da USP, de quem foi aluno no curso de especialização. Por último saudou o professor Casssio Mesquita de Barros, homenageado  do congresso. “O professor é referência para todos nós, como mestre, advogado e ser humano”, disse Marcos da Costa. Ele também ressaltou que “era uma honra estar ao lado da advocacia trabalhista que nas últimas décadas enfrentou obstáculos com força e união, servindo hoje de modelo”.