COMISSÃO ELEITORAL PROCLAMA RESULTADO DA ELEIÇÃO- 2012 DA OAB SP


05/12/2012

O presidente da Comissão Eleitoral da OAB SP, José Urbano Prates, proclamou oficialmente na última terça-feira (4/12), no plenário dos conselheiros, o resultado final da eleição da OAB SP, realizada no dia 29 de novembro em todo o Estado.

Na abertura , Prates declinou os integrantes da Comissão - João de Sá Teixeira Neves, José Nuzzi Neto, Lais Amaral Rezende de Andrade e Romeu Gonçalves Bicalho – e afirmou que a Comissão “cumpriu seu papel no processo eleitoral, com muita serenidade e transparência” e que não há processos de impugnação e representação pendentes na capital.

Prates disse que diante dos resultados proclamava eleita a chapa 1, encabeçada por Marcos da Costa e leu a composição de todos os integrantes: diretores, conselheiros seccionais, conselheiros federais e diretoria da CAASP e parabenizou os eleitos.

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, elogiou e agradeceu o trabalho realizado pela Comissão Eleitoral, que atendeu “convocação da classe”, destacando o trabalho voluntário do ex-funcionário Carlos Alberto Baptista, que deixou a OAB SP depois de 46 anos de serviços prestados.

D’Urso disse que terá uma honra imensa de transmitir o cargo a Marcos da Costa,  que sempre foi seu braço direito ao longo da administração, duas vezes como tesoureiro e agora como vice-presidente.  “Sempre demonstrou uma dedicação imensa à OAB SP. Visitou comigo os quatro cantos desse Estado, atendendo os colegas das Subsecções. Isso porque não tem limite para servir, e para ser presidente, diretor, conselheiro, membro de comissão da OAB SP tem de saber servir. A palavra servir é palavra de ordem na OAB SP.A voz das urnas fala mais alto e conferiu o destino de nossa classe a Marcos da Costa, que conhece como ninguém a OAB SP. Por isso temos absoluta convicção que a Ordem está no rumo certo”, afirmou D’Urso.

O presidente da OAB SP também citou o trabalho de outros integrantes da mesa de trabalho: do secretário-geral da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, que na cerimônia representava a direção do Conselho Federal; por ser aliado da Seccional Paulista em várias oportunidades, inclusive no processo de aquisição da nova sede da OAB SP, que será inaugurada no dia 11 de dezembro. Citou também o conselheiro federal pela OAB RJ, Carlos Roberto Siqueira Castro, e a afinidade de sua luta contra a invasão dos escritórios estrangeiros e também citou o presidente reeleito da Caasp, Fábio Romeu Canton Filho, que começou a trabalhar na OAB SP há 15 anos quando ele (D’Urso) criou o primeiro  Conselho do Jovem Advogado.

Agradecimento aos opositores

Ao ter seu nome citado como presidente eleito, Marcos da Costa foi aplaudido de pé por conselheiros e presidentes de Subsecções eleitos que participaram da cerimônia.  Costa iniciou seu discurso com um agradecimento aos aliados e disse que entre todas as conquistas que a Ordem teve nas mãos de D’Urso considerava a abertura da Ordem a todos os advogados uma marca da gestão. 

O presidente eleito fez agradecimento aos seus concorrentes, Ricardo Sayeg e Alberto Toron, por terem participado dessa grande fresta da democracia; aos diretores atuais – Braz Martins Neto, Clemencia Wolthers e José Maria Dias Neto; a nova diretoria - Ivette Senise Ferreira Caio Augusto Silva dos Santos, Antonio Fernandes Ruiz Filho, Carlos Roberto Fornes Mateucci; aos colegas que militaram na campanha; aos funcionários da Comissão Eleitoral e da Vice-Presidência.

 Costa fez também  amplo agradecimento aos eleitores que confiaram no projeto da chapa 1 e prometeu muita dedicação para conseguir, não só cumprir os compromissos, mas fazer com  que a advocacia e a cidadania sejam ainda mais  fortalecidas e fez sejam .Tambémfez um agradecimento especial ao presidente D´Urso, a quem classificou de “companheiro e irmão”, alvo de tantos ataques, de quem fui calouro na faculdade de Direito e para quem perdeu eleição para o centro acadêmico, mas Marcos da Costa brincou que aprendeu com ele D'Urso, a não perder mais. afirmou que aceitou ser candidato porque o grupo liderado por D’Urso é forte e lhe dará uma boa base de sustentação e, principalmente, porque o presidente estava ao seu lado, apoiando-o. “Acabou o processo eleitoral, a Ordem é de todos os que quiserem colaborar. Pretendo fazer nova revolução na Ordem pelas mãos dos jovens advogados”, finalizou.

Caasp e Conselho Federal

O presidente reeleito da CAASP, Fábio Romeu Canton Filho pretende ampliar e aprimorar a série de serviços prestados pela Caixa e acredita que a sinergia com o presidente eleito Marcos da Costa será grande, o que se reverterá positivamente em prol da classe.

O secretário-geral da OAB, Marcus Vinicius, também fez uso da palavra e cumprimentou Marcos da Costa pela eleição e lembrou que esteve no ano passado no Colégio de Presidentes da OAB SP, em Atibaia, onde ressaltou que a capacidade de trabalho de Costa seria motivo de reconhecimento da advocacia paulista. “Sua vitória é fruto do mérito e capacidade de trabalho de todo o grupo”, destacou. Também fez menção à contribuição que o presidente D’Urso dará como conselheiro federal e que sua história de dedicação à advocacia é reconhecida e que sua presença enriquecerá o plenário do Conselho Federal.

 De acordo com a Comissão Eleitoral , a Chapa 1 (Marcos da Costa)  – Trabalho pela Advocacia - obteve 59.770 votos , equivalente 38,38% dos sufrágios, seguida pela Chapa 3 – Toron e Rosana – União para Mudar,  que recebeu 54.819 votos, equivalente a 35,2% e Chapa 2 – Sayeg, Hermes , Arruda Alvim – OAB 100% você) com 31.864 votos , correspondente a 20.46%. O total de votos nulos foi 7.360 (4,73%) e de brancos - 1.924 (1,24%).