CONTAS DA OAB SP SÃO APROVADAS POR UNANIMIDADE PELO CONSELHO FEDERAL


14/12/2012

A prestação de contas da OAB SP, relativa ao exercício de 2011, foi aprovada por unanimidade, pela 3ª. Câmara do Conselho Federal da OAB e publicada no D.O de 14 de dezembro.

Na avaliação do presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, a aprovação das contas é um aval ao bom trabalho realizado pela Seccional Paulista. “ Desde nossa primeira gestão, em 2004, ano após ano, tivemos nossas contas aprovadas. Novamente, o Conselho Federal  por unanimidade aprova as contas de 2011 , dando  aval à gestão ciosa que fizemos dos recursos que são da advocacia”, afirmou.

D’Urso ressaltou ainda que, agora, que está próximo o término de seu terceiro  mandato,  vê com satisfação o desempenho financeiro  de sua administração: “Pudermos verificar não só os resultados da aplicação desses recursos, mas acima de tudo o controle absoluto que tivemos sobre cada centavo que cada advogado depositou por meio de sua anuidade nos cofres da OAB, retornando por meio de serviços e por meio de instalações para a própria advocacia”.

As contas da Seccional são aprovadas  inicialmente pela Comissão de orçamento e contas, depois  passam por auditoria externa e por fim pelo Conselho Seccional. Na sequência são remetidas  à Brasília para exame pela Comissão respectiva no âmbito federal, seguem para auditagem externa e são, por fim, examinadas pelo plenário dos  conselheiros federais da OAB, para somente  então receber a aprovação definitiva. “ Aprovação  sempre ocorreu desde 2004 com as contas de São Paulo,  e por unanimidade”, destaca D’Urso.

Segundo o presidente eleito da OAB SP para o triênio 2013/2015, Marcos da Costa, que foi diretor-tesoureiro nas duas primeiras gestões D’Urso, a aprovação das contas da OAB SP de 2011 é “uma demonstração cabal da responsabilidade, da transparência e da seriedade com que é tratado o dinheiro dos advogados na OAB SP. Todas as nossas contas, desde 2004  foram aprovadas com saudações efusivas por parte dos conselheiros federais para mostrar que a OAB SP realiza um trabalho sério na administração financeira da Seccional paulista”.