OAB SP E TJ-SP FIRMAM PARCERIA PARA DIVULGAR A CAMPANHA “DOAR É LEGAL”


27/12/2012

A OAB SP firmou na última quinta-feira (19/12), às 17 horas, no Palácio da Justiça, parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, no sentido de divulgar conjuntamente a campanha “Doar é Legal – A vida é recarregável”, destinada a conscientizar, sensibilizar e orientar a população sobre a importância de doar órgãos.

Participaram da cerimônia o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso; o presidente do TJ-SP, desembargador Ivan Sartori; o vice-presidente da OAB SP e presidente eleito para o triênio 2013/2015, Marcos da Costa; o vice-presidente do TJ-SP, desembargador José Gaspar Gonzaga Franceschini e a presidente da Comissão de Ação Social da OAB SP, Maria Célia do Amaral Alves.

A campanha foi idealizada pela presidente do Comitê de Ação Social e Cidadania (CASC) do Tribunal, Claudia Sartori, e lançada inicialmente em setembro. “O TJ-SP não tinha essa tradição social, mas trouxemos a campanha Doar é Legal, encampada pelo CNJ e que e veio do Rio Grande do Sul. Acrescentamos o nosso slogan – a vida é recarregável, fizermos parcerias com a Assembleia Legislativa, Rotary, outros Tribunais e agora com a OAB SP, o que tem contribuído para alavancar a campanha. Hoje já temos 4.500 doares cadastrado”, disse o presidente Ivan Sartori.

Para o presidente D’Urso, “doar órgãos é um gesto de amor, não é algo que deve ser determinação legal, compulsória, mas uma decisão de amor, de compreensão da absoluta importância que tem doar um órgão para alguém que não tem mais condições de sobreviver. Dar oportunidade para a vida continuar. Verificamos que muitas vidas são salvas pelos doadores de órgãos, que expressaram de maneira livre e consciente sua vontade”.

D’Urso lembrou que milhares de pessoas falecem, são enterradas ou cremadas e perde-se oportunidade de ajudar quem espera na fila, que só no caso dos que necessitam da doação de um rim totalizam 19 mil pessoas.” A campanha visa além do processo de conscientização, reunindo maior número de doadores, o aperfeiçoamento do sistema de coleta de órgãos e os transplantes. Existe mérito imenso na iniciativa do TJ-SP e OAB SP para que na ponta a sociedade possa fazer esse gesto profundo de amor ao próximo”, disse D”Urso.

Para o vice-presidente da OAB SP, Marcos da Costa, a doação de órgãos é uma corrida contra o tempo. “É curto o período em que o coração pode ficar fora do corpo humano, no máximo quatro horas, segundo os médicos. Por isso, todo doador deve comunicar à família de forma clara sua intenção de ser doador de órgãos, pois é da família que acaba dando o consentimento”, ressaltou.


No entender de Maria Célia, a campanha ressalta que é importante desmistificar a doação de órgãos para que mais pessoas participem como doadoras de órgãos, reduzindo o tempo na fila de espera.

Agradecimentos

Antes da assinatura do Termo de parceria, D’Urso também fez um agradecimento ao presidente do
TJ-SP, lembrando que no ano que ele encerra sua gestão teve o privilégio de conviver com Ivan Sartoi, com o qual afirma ter aprendido muito, porque ele (Sartori) vem fazendo uma revolução ao conduzir de forma inovadora os destinos da Corte Paulista. Agradeceu também a magistratura , na pessoa do vice-presidente do TJ-SP e o corpo de servidores pelo que tem feito pela advocacia. ”Durante 9 anos tive a honra de ser presidente da OAB SP. Dei o melhor de mim e acredito ter honrado cada voto recebido e o nome de meu pai. A história continua seu curso com a eleição de Marcos da Costa para a presidência, que foi meu braço direito e se revelou uma liderança comprometida com a advocacia.”, afirmou.

Sartori também agradeceu a OAB SP pelas parcerias firmadas e disse que D´Urso na presidência da Ordem foi um homem afável, qualidade que considera importante na direção de uma instituição. “O TJ-SP é parceiro da Ordem e a Ordem é parceira do Tribunal. E essa parceria tem grande importância. Com Marcos da Costa, a Ordem continuará em boas mãos, mãos competentes. Nossa parceria será mais forte com essa ação social que beneficiará o jurisdicionado, magistrados, funcionários do Tribunal e advogados“, finalizou.

Para participar da campanha “Doar é legal” basta acessar o site da OAB SP (www.oabsp.org.br) ou do TJ-SP (www.tjsp.jus.br/doarelegal, preencher os dados e emitir a certidão de doador.