OAB SP OFICIA AO MP CONTRA ROCHA MATTOS


21/01/2013

A OAB SP oficiou ao Ministério Público Estadual, nesta segunda-feira (21/1), solicitando providências contra eventual exercício ilegal da profissão por parte do ex-juiz federal João Carlos da Rocha Mattos que, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo (edição de 20 de janeiro) e à TV Estadão, disse que está advogando por meio de pessoas interpostas.

“As alegações contidas na matéria, em tese, configuram crime de exercício ilegal da profissão”, explica o presidente da Comissão de Fiscalização e Defesa da Advocacia, Arles Gonçalves Júnior.<br /><br />No ano passado, Rocha Mattos solicitou sua reinscrição nos quadros da OAB SP e seu pedido ainda está em análise. “As declarações do ex-juiz federal são inadmissíveis porque afrontam os princípios estabelecidos no Estatuto da Advocacia”, enfatizou Marcos da Costa, presidente da OAB SP.<br /><br />O presidente Marcos da Costa esteve em contato o presidente do Conselho Federal da OAB, Ophir Cavalcante, nesta segunda-feira (21/1) e informou sobre as providências tomadas pela Seccional Paulista.