OAB SP PARTICIPA DE ENTREGA DE LEITOS E LANÇA SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO PARA FAMÍLIAS DE DEPENDENTES QUÍMICOS


26/02/2013

O presidente da OAB SP, Marcos da Costa, participou da entrega de 20 novos leitos para tratamento de dependentes químicos, nesta terça-feira (26/02), às 10h30, no Centro de Atenção Integrada em Saúde Mental (Caism), feita pelo governador do Estado Geraldo Alckmin. Na ocasião, a OAB SP divulgou que atendeu 133 famílias no Cradod (Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas) e lançou um serviço por email: antidrogas@oabsp.org.br para dar orientação às famílias de dependentes químicos, de baixa renda.

“Nem sempre a família do dependente químico pode se dirigir ao Cratod para buscar ajudar, orientação. Dessa forma, a OAB SP lança esse mais um serviço à população, que pode ser  acessado por e-mail”, diz Marcos da Costa. O conselheiro Cid Vieira de Souza Filho, presidente da Comissão de Estudos Sobre Educação e Prevenção de Drogas e Afins da OAB SP, complementa que o serviço de e-mail é voltado para as mães e famílias dos dependentes químicos das classes menos favorecidos. “É um novo canal que a OAB SP disponibiliza dentro desse trabalho humanitário que realiza e que se tornou um grande mutirão pela vida”, afirmou.

Marcos da Costa, que defende a ampliação do projeto contra o crack para todo o interior, considera importante a inauguração de novos leitos para dependentes químicos: “O projeto, que se iniciou no Cratod e com o qual a OAB SP vem colaborando através de 50 colegas voluntários no sentido de dar apoio jurídico aos dependentes químicos e suas famílias tem uma segunda fase que é do tratamento. Precisamos ter estrutura adequada para receber esses dependentes. A ampliação do número de leitos é importante para dar suporte a esse projeto”, ressaltou.

O governador Geraldo Alckmin citou a OAB SP como grande parceira do projeto de combate ao crack e explicou que as 20 vagas que estavam sendo entregues eram destinadas a dependentes químicos do sexo masculino, com mais de 18 anos. Ao todo o número de leitos para este tipo de tratamento no Estado chega a 910 e a meta deste ano é atingir 1,2 mil. Segundo o governador, a luta contra o crack é um esforço coletivo da sociedade e que os novos leitos são um passo nesse sentido . Prometeu que não faltarão recursos humanos, materiais e financeiros.

O secretário estadual de saúde, Giovanni Guido Cerri, ponderou que no ano passado o governo do Estado fez um movimento forte contra o consumo de álcool por adolescentes, por ser a porta de entrada para outras drogas e, este ano, volta-se para o enfrentamento do crack. Disse que a luta é difícil, mas que a parceria com o Judiciário, a OAB SP e o MP é importante para alertar a sociedade sobre esse grande mal da atualidade.

Também participaram da cerimônia: a diretora-adjunta da OAB SP, Tallulah Kobayashi de Andrade Carvalho; a secretária de Justiça e Defesa da Cidadania, Eloisa Arruda;;  secretário de Esportes, Lazer e Juventude, José Auricchio; o coordenador de saúde da Secretaria de Saúde, Sebastião André de Felice e a diretora do Caism, Cláudia Farah Kutait, entre outras autoridades. (Assessoria de Imprensa: Santamaria N. Silveira)