CÔNSUL AMERICANO VISITA A OAB SP


04/03/2013

Em 2012, foram emitidos cerca de 1 milhão de vistos para brasileiros viajarem para os Estados Unidos, a metade deles pelo consulado americano em São Paulo. Este foi um dos assuntos tratados pelo cônsul geral dos EUA em São Paulo, Dennis Hankis durante visita ao presidente da OAB SP, Marcos da Costa, na última quinta-feira (28/02), às 15h30, na sede da Ordem.

Participaram do encontro a vice-presidente da OAB SP, Ivette Senise Ferreira; o diretor-tesoureiro, Carlos Roberto Mateucci; o presidente da Comissão de Relações Internacionais, George Niaradi ; o presidente da Comissão de Direito e Negócios Internacionais, Antonio Carlos Rodrigues do Amaral e o conselheiro Anis Kfouri Júnior. O cônsul estava acompanhado da assessora cultural, Elisabete Nishi.

O cônsul americano ressaltou que o serviço de visto está muito mais rápido e o brasileiro que procura o consulado de São Paulo para a entrevista sai em 30 minutos. Afirmou ainda que os recursos decorrentes dos vistos permitirão abrir novos consulados no Brasil.

Na reunião, também foram mencionados questões como os eventuais acordos de isenção de visto, o programa de facilitação de viagens chamado Global Entry, que permite a entrada rápida de acesso em 20 aeroportos americanos e visto de investimento, que os EUA mantêm com a Argentina, mas que não tem com o Brasil , porque depende de acordo bilateral. O conselheiro da Ordem, Anis Kfouri Júnior lembrou da criação do posto de triagem de documentos para advogados que desejam tirar visto nos EUA,  instalado graças à parceria realizada entre a  OAB SP/CAASP e o Consulado em 2010, que foi um absoluto sucesso e possibilitou que a Ordem conhecesse a enorme demanda de advogados que viajam aos EUA.

Marcos da Costa explicou ao cônsul que a Ordem, no Brasil, tem um papel diferenciado, não apenas corporativo, de seleção e disciplina da advocacia, mas também institucional, de defesa dos valores maiores do Estado de Direito Brasileiro. Informou que entidade foi criada por lei federal e presta serviço de natureza pública.

O cônsul ressaltou também  que tem sido grande o número de universidades americanas que buscam parcerias no Brasil, mas que há uma concentração de interesse em São Paulo e Rio. No sentido inverso, o mesmo cenário se repete,  segundo ele, pois os brasileiros mostram interesse por cursos em poucas faculdades e perguntou sobre parcerias culturais na área jurídica.

A vice-presidente Ivette Senise citou as parcerias que fez com instituição de ensino americana quando dirigia a Faculdade de Direito da USP; o  conselheiro Antonio Carlos comentou que a OAB SP vem promovendo muitos eventos bilaterais e que em 2003 lançou o livro  “Comércio Internacional”, que buscou ampliar o conceito de international business para os advogados brasileiros, que deve ter sua terceira edição neste ano. Também o conselheiro George Niaradi disse que a OAB SP mantém parceria com a American Bar Association de New York, Florida e San Diego para formação contínua e recíproca e que este ano lança o livro “Advocacia ao Redor do Mundo”. No final do encontro, o cônsul recebeu uma série de publicações da OAB SP e convite para posse solene da nova Diretoria OAB SP/CAASP no dia 14 de março, no Palácio de Convenções do Anhembi. (Assessoria de Imprensa: Santamaria N. Silveira).