Presidente da OAB SP lamenta morte de Adib Jatene


15/11/2014

Um homem com verdadeiro espírito público, que no cargo de Ministro da Saúde atuou no sentido de aumentar os recursos para a saúde pública e combater a corrupção no setor; além de ter sido um cientista pioneiro, que deixa importante contribuição”, disse o Presidente da OAB SP, Marcos da Costa, ao saber da morte do cardiologista Adib Jatene, na noite de sexta-feira (15/11).

Adib Jatene era Diretor-geral do Hospital de Coração (HCor) e morreu de enfarto agudo do miocárdio aos 85 anos. Natural de Xapuri (Acre) graduou-se pela Faculdade de Medicina da USP, em 1953,da qual se tornou Professor emérito. Realizou a primeira cirurgia de ponte de safena, em 1968 ,e criou o primeiro coração-pulmão artificial do Hospital das Clínicas.