Departamento de Cultura e Eventos faz homenagem a palestrantes


19/12/2014

Departamento de Cultura e Eventos faz homenagem a palestrantes
Marcos da Costa e Umberto D’Urso com palestrantes homenageados. Foto: OAB SP

Para realizar 2 mil palestras por ano em todo o Estado, o Departamento de Cultura e Eventos da OAB SP conta com um grande contingente de palestrantes voluntários, que foram homenageados em cerimônia especial, realizada no auditório da Câmara Municipal de São Paulo, na última quinta-feira (19/12).

Os palestrantes receberam a medalha Noé de Azevedo, também atribuída aos Presidentes de Subseções da Grande São Paulo, em reconhecimento ao incentivo que dão à cultura jurídica. Os palestrantes que mais viajaram receberam o prêmio Milhagem e Rodagem Cultural - 2014 (Categoria Secional) atribuída ao advogado Mario Júlio Pereira da Silva. O mesmo prêmio, na categoria Subseções foi atribuído aos 10 palestrantes que mais viajaram, sendo que o primeiro lugar ficou com a palestrante Kátia Boulos, Presidente da Comissão da Mulher Advogada, que percorreu 16.814 km.  Na mesma cerimônia foi outorgada a Medalha Mãos Solidárias, pela Coordenadoria de Ação Social, aos seus integrantes.

“Verdadeiros diplomatas da OAB SP“ foi como o Presidente Marcos da Costa definiu os palestrantes do Departamento de Cultura e Eventos: “Essa premiação é uma homenagem a cada um dos amigos pelo trabalho que vêm desenvolvendo, mas é também um preito de gratidão em nome da Seccional e da CAASP, e um obrigado em nome dos 350 mil advogados de São Paulo que, a cada dia, percebem a importância do trabalho realizado pelos senhores [palestrantes]”. Marcos da Costa ponderou também que os palestrantes servem de elo às demandas das Subseções: “ Vocês têm o contato direto com os advogados  e é por isso que é fundamental darem uma mensagem para que os colegas possam compreender a importância do trabalho realizado na Secional paulista da OAB, a  maior entidade civil de nosso País”. O Presidente também fez um balanço do ano que se encerra, destacando vitórias da Advocacia e o desafio dos palestrantes em 2015, que terão a missão de explicar o novo Código de Processo Civil aos advogados paulistas.

O Diretor cultural Umberto Borges D’Urso afirmou que o Departamento reúne mais do que palestrantes, congrega “amigos para fazer o bem.” Segundo ele, o prêmio demonstra todo o carinho e gratidão aos palestrantes que, sem remuneração, contribuem para a formação jurídica dos colegas. Também ressaltou a organização das palestras: “Esse trabalho envolve logística perfeita em várias etapas, além da divulgação oficial com e-mails e cartazes; sendo que nosso setor obteve 99% de aprovação dos nossos colegas pela avaliação do SGQ. É um marco realmente importante dentro da nossa entidade”.

O palestrante Ricardo Cabezon, Presidente da Comissão de Direitos Infanto-juvenis, falou em nome de todos os premiados, e o Diretor da CAASP, Adib Kassouf Sad, em nome do Presidente da Caixa. Compuseram a Mesa dos Trabalhos, além dos que fizeram uso da palavra: O Diretor-adjunto de Direitos e Prerrogativas, Ricardo Toledo Santos Filho; Paulo Adib Casseb, Presidente do Tribunal de Justiça Militar de São Paulo e Clarice D’Urso, Coordenadora de Ação Social.