Prédio da OAB SP na Praça da Sé completa 59 anos


16/12/2014

Há 59 anos, no dia 8 de dezembro de 1955, a OAB SP inaugurava sede própria na Praça da Sé. “Este prédio, que hoje abriga  setores do Departamento de  Cultura e Atendimento da OAB SP, é um marco na história do centro de São Paulo. Tornou-se símbolo de democracia, de liberdade e da defesa dos valores republicanos. Nele surgiram movimentos que alteraram o rumo jurídico, político e econômico do Brasil”, lembrou o Presidente da OAB SP, Marcos da Costa.
 
Presidida por Noé Azevedo na época da inauguração, a OAB SP instalou-se nos três primeiros andares. No 1º ficava o Clube dos Advogados. A biblioteca ocupava o 9º andar, junto com um salão de leitura e a sala Jorge Veiga, onde datilógrafas ficavam à disposição dos advogados para ajudá-los em seus afazeres. Os andares 10º e 11º abrigavam a secretaria, o auditório Azevedo Marques e a sala de despachos da presidência. Os demais andares foram alugados e o primeiro inquilino foi uma camisaria.
 
A cerimônia de inauguração contou com as presenças do então Governador, Jânio Quadros, e do então Secretário de Justiça, Lincoln Feliciano; e recebeu a bênção do reverendo Vitor Ribeiro Nickeslburg.
 
“Em 2009, durante a presidência de Luiz Flávio Borges D’Urso, o edifício mudou de nome para homenagear um dos maiores juristas do país, Goffredo da Silva Telles Junior, enaltecido em um discurso pelo então Presidente”, lembra o Presidente da Comissão de Resgate da Memória, José de Ávila Cruz.
 
As reformas e ampliações pelas quais passou o edifício não foram capazes de atenuar a falta de espaço para acomodar todos os departamentos nem para receber adequadamente os mais de 300 mil advogados e agora a OAB SP tem uma nova sede à Rua Maria Paula, mas o edifício de nº 385 da Praça da Sé é a memória de São Paulo e da combatividade dos advogados bandeirantes.