Faculdade de Direito abre exposição sobre sua contribuição nos 80 anos da USP


13/08/2014

Nesta terça-feira (12/08), às 11 horas, foi aberta a exposição comemorativa “A Faculdade de Direito nos 80 anos da USP”, na Sala Visconde de São Leopoldo – 1º andar do prédio das Arcadas, no Largo São Francisco. “Essa mostra se insere nas comemorações do 11 de agosto (Dia do Advogado) e nas comemorações dos 80 anos da Universidade de São Paulo”, disse Ivette Senise Ferreira, Ex-Diretora da Faculdade de Direito da USP, Presidente da Comissão do Museu da Faculdade e Vice-Presidente da OAB SP, na abertura da mostra. Ela informou que o Reitor da USP, Marco Antonio Zago, solicitou que cada unidade fizesse algum evento especial comemorativo dentro de seu contexto, e a Faculdade de Direito optou pela contribuição de seu corpo docente para a produção científica e para as politicas publicas da comunidade.

Ivette Senise Ferreira explicou que o foco da exposição decorreu da limitação espacial de que dispunha dentro da sala do Museu da Faculdade: “Nos concentramos no período a partir da anexação da Faculdade de Direito à USP, para destacar um número mínimo da produção científica de nossos membros diante de uma enorme variedade de feitos”.  Senise lembrou mostras anteriores, já realizadas, como a da Revolução de 32, a Fundação do Centro Acadêmico XI de agosto e Júlio Frank – e fez uma série de agradecimentos, principalmente ao Reitor da USP, ao Diretor e Vice-diretor da Faculdade de Direito, José Rogério Cruz e Tucci e Renato de Mello Jorge Silveira, respectivamente, e à professora Heloisa Maria Silveira Barbuy, dentre outros.

O Diretor da Faculdade de Direito da USP, Rogério Cruz e Tucci, afirmou que a exposição será levada para outros locais para difundir a relevância do trabalho da Universidade de São Paulo.  Ele agradeceu à professora Ivette Senise Ferreira, ao Ex-reitor José Goldenberg, da Comissão de Festejos dos 80 anos da USP; a Júlio Abe Wakahara, pela realização; à Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da USP e à Fundação Arcadas, entre outros.

 

Repercussão da Exposição na abertura do evento

 

Desembargador José Renato Nalini – Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo

Essa exposição deve ser vista não só por todos aqueles que se interessam por Direito, mas pela vida brasileira. Uma faculdade que começou no império nascente, permaneceu no Segundo Império, atravessou a República, foi inserida na USP, e produziu talentos em todas as áreas. Importante para a juventude verificar o que ela produziu para o Brasil e o Mundo. Já solicitei ao Diretor Rogério Cruz e Tucci que a exposição passe pelo TJ-SP porque encontramos muitos desembargadores que tem sua vida intimamente vinculada com a Universidade de São Paulo. Todos devem prestigiar, visitar, conhecer e se inteirar da vida de cada brasileiro.

 

Eloisa de Souza Arruda – Secretária Estadual de Justiça e Defesa da Cidadania

 Uma exposição encantadora, que nesse pequeno espaço mostra a importância da Faculdade de Direito do Largo São Francisco. Quantas pessoas ilustres nas mais diversas áreas do conhecimento humano passaram por aqui, não só como profissionais do Direito. Vamos ver poetas, atores, diretores teatrais, economistas, todos que cursaram o Largo São Francisco. A mostra tem grande importância nesse momento  em que a USP comemora 80 anos. A Faculdade de Direito compôs a Universidade de São Paulo desde o seu nascimento, sem dúvida, um momento histórico. Que bom que a Faculdade de Direito tenha se disposto a abrir esse museu ao público.

 

Paulo Adib Casseb – Presidente do Tribunal de Justiça Militar de São Paulo

Todos os eventos, mostras, exposições que registram a memoria histórica são fundamentais, principalmente no Brasil que, lamentavelmente, sofre um déficit de memória. A lembrança do ontem é a grande arma para a força do amanhã. Parabéns para a USP.

 

Sérgio Rosenthal – Presidente da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP)

A relevância dessa mostra  deflui da história da importância da Faculdade de Direito do Largo São Francisco no cenário nacional,  porque daqui [USP] saíram personalidades que mudaram a história de nosso País. A Faculdade de Direito não gerou apenas trabalhos acadêmicos de grande qualidade, mas toda uma série de acontecimentos que refletiram na história do Brasil. Por isso essa exposição é importante para que as novas gerações conheçam a importância da história da Faculdade de Direito da USP no cenário nacional.

 

José Carlos Madia de Souza – Presidente da Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direitos da USP

Os 80 anos da USP é um fato muito auspicioso, não só para o momento acadêmico de São Paulo, porque transcende os limites do município, do Estado e da Nação. A Faculdade de Direito, que é a primeira que foi fundada, em 1827, já tinha quase cem anos quando a USP foi criada. Teve, portanto, uma contribuição importante, já consolidada, a dar.  Essa exposição tem o condão de resumir os fatos mais importantes, a partir da fundação da USP, e é muito útil, devendo ser visitada não só por antigos alunos das Arcadas, mas por toda população de São Paulo.