Chega a Campinas uma sede à altura da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo


17/09/2015

Chega a Campinas uma sede à altura da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo 2
Daniel Blikstein, presidente da Subseção de Campinas, e Marcos da Costa, presidente da Secional paulista da Ordem, inauguram hoje a nova sede da entidade na cidade

Há tempos Campinas, cidade que lidera uma das mais prósperas regiões do ponto de vista social, econômico e cultural do Estado de São Paulo, merecia uma Subseção e uma Casa da Advocacia e da Cidadania à altura de sua representatividade no meio jurídico, afinal registra cerca de 11 mil advogados atuantes no mercado. Esse dia chegou e hoje, às 17h00, a 3ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Campinas) inaugura sua nova sede na área da Cidade Judiciária. “Não nego o orgulho que tenho de, ao lado do presidente da Subseção, Daniel Blikstein, abrir as portas da nossa nova casa lá para receber os amigos advogados e as autoridades para brindarmos mais esse avanço”, festeja Marcos da Costa, presidente da OAB SP.

Com 2.500 metros quadrados de área construída em quatro pavimentos, o prédio foi projetado para reunir em um único local todos os serviços da entidade, beneficiando profissionais do Direito e a comunidade que procura assistência judiciária. O endereço funcionará ao lado das principais instituições da Justiça Estadual. “A nova Casa da Advocacia é um projeto à altura da advocacia de Campinas, sede de uma região metropolitana, uma antiga luta que recoloca a nossa entidade em posição de destaque no cenário jurídico da cidade e de integração com os demais poderes, além de valorizar os advogados”, pontua Blikstein.

Campinas é o terceiro município mais populoso do estado, ficando atrás apenas da capital e de Guarulhos. Estimativas de 2015 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística dão conta que a região no entorno de Campinas, formada por vinte municípios, possui uma população de mais de três milhões de habitantes, formando a décima maior área metropolitana do Brasil. A cidade surge em quinto lugar entre 100 municípios analisados pelo Índice das Melhores e Maiores Cidades Brasileiras, elaborado pela Delta Economics & Finance com base no cruzamento de dados oficiais dos institutos governamentais.

Fundada no final do século XVIII, a cidade teve o café e a cana-de-açúcar como importantes atividades econômicas na sua origem, mas desde 1930 assistiu a expressivo avanço da indústria e do comércio como principais fontes de renda. Hoje é a décima cidade mais rica do Brasil, responsável por, pelo menos, 15% de toda a produção científica nacional, sendo o terceiro maior polo de pesquisa e desenvolvimento brasileiro aos Campis de importantes universidades (Unicamp e PUC Campinas). “Com essa significância para o Brasil, a advocacia paulista precisava marcar a sua presença no cotidiano da cidade com instalações adequadas para abrigar as demandas de todos e abrir espaço para promoção de palestras e cursos que aperfeiçoem ainda mais nossos profissionais e colabore para o desenvolvimento do nosso país que anda tão precisado de estímulos e notícias positivas”, pondera Marcos da Costa.

Inovador e adequado
A Casa da Advocacia e Cidadania foi erguida ao lado da Cidade Judiciária, em terreno cedido pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, conforme o decreto 54.529 de julho de 2009. No total são 5.189,68 m² de área, sendo 2.500 metros construídos, distribuídos entre o pavimento térreo e mais quatro andares.

O projeto foi concebido em instalações para dar maior comodidade a todos que ali vão trabalhar e circular. A fachada tem sinalização objetiva para orientar a distância quem procura o prédio, como pedem os manuais da contemporaneidade. O prédio, com área envidraçada em todos os andares, privilegia a sustentabilidade com sua iluminação natural. Também foram contempladas todas as normas de acessibilidade para pessoas com deficiência, com todos os quesitos necessários em todos os andares. Na área externa os advogados terão maior comodidade com um amplo estacionamento em duas áreas, totalizando 125 vagas.

O prédio terá os departamentos da OAB Campinas que hoje funcionam no antigo endereço no centro da cidade, e oferecerá ainda os serviços da CAASP Regional (consultórios odontológicos, sala de esterilização, farmácia e livraria), do Tribunal de Ética e Disciplina e do Núcleo Campinas da Escola Superior de Advocacia (ESA) atualmente instalados em um edifício da Avenida Francisco Glicério.

Um dos aspectos mais importantes será a ampliação das atividades de capacitação. A nova Casa tem um amplo auditório com 200 lugares e um mini auditório com 50 lugares, o que possibilita a realização de cursos e palestras, além de um lounge, em uma área de 100 metros quadrados para eventos culturais.

Serviço
Inauguração da Casa da Advocacia e Cidadania
Data: 17 de setembro de 2015 (quinta-feira)
Horário: 17h00
Local: Rua Lupércio Arruda Camargo (ao lado entrada de veículos do Fórum da Cidade Judiciária)