TJ promove homenagem a Waldemar Mariz de Oliveira Júnior


15/12/2015

TJ promove homenagem a Waldemar Mariz de Oliveira Júnior
Marcos da Costa, presidente da OAB SP, participa de homenagem ao desembargador Waldemar Mariz de Oliveira Júnior

Na manhã desta segunda-feira (14/12), o presidente da OAB SP, Marcos da Costa, marcou presença em homenagem prestada ao desembargador Waldemar Mariz de Oliveira Júnior, no Palácio da Justiça, em São Paulo. A cerimônia integrou a ‘Agenda 150 anos de Memória Histórica do Tribunal Bandeirante’, um projeto do Tribunal de Justiça de São Paulo cujo objetivo é resgatar a história da corte paulista.

Costa esteve no salão do júri do segundo andar, onde foi realizado o evento, ao lado de familiares do homenageado, advogados, desembargadores - entre eles o presidente do TJ SP, José Renato Nalini -, membros do Ministério Público e representantes de diversas instituições, como o Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP), Associação dos Advogados de São Paulo (AASP), Academia Paulista de Letras Jurídicas e a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) - onde Waldemar Mariz de Oliveira Júnior, falecido em 2001, formou-se bacharel em Direito com a turma de 1946.

TJ promove homenagem a Waldemar Mariz de Oliveira Júnior 2
Antônio Cláudio Mariz de Oliveira durante a cerimônia de homenagem ao seu pai, no no Tribunal de Justiça de São Paulo

Mariz destacou-se como processualista civil e, fora advogar, ingressou na magistratura pelo quinto constitucional. Entre seus cargos e funções ocupou assento no conselho secional da OAB SP e foi Secretário Estadual da Justiça. O advogado criminalista Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, filho do homenageado, discursou por pouco mais de meia hora na ocasião. Ao relembrar a trajetória do pai destacou características que sempre admirou, como a irreverência, a autenticidade e a marcante paixão por todos os projetos abraçados - incluindo, entre as atividades, tocar por doze anos a presidência do Conselho Deliberativo de seu time do coração, o São Paulo Futebol Clube.

“Ele foi uma figura excepcional como homem, advogado, magistrado e professor. Se destacou de maneira extraordinária e conseguiu a admiração de todos nós da velha faculdade do Largo São Francisco”, disse João Brasil Vita, colega de Arcadas de Mariz de Oliveira Júnior. “Venho homenageá-lo hoje representando o grupo de 46. Ele foi um grande advogado, que sabia defender as principais causas do homem: a honra, a liberdade, o patrimônio e a cidadania”, finalizou.

Para o presidente da OAB SP, como costuma pontuar, “Mariz foi um grande processualista e um grande homem, alguém que ajudou a construir a história da advocacia e da Justiça. Um exemplo a ser tomado pelas futuras gerações”. Por isso fez questão de comparecer à homenagem mais do que merecida do Tribunal paulista.