Reconhecimento da advocacia é destaque na posse da OAB de Itapira


31/05/2016

Reconhecimento da advocacia é destaque na posse da OAB de Itapira
Cerimônia de posse da diretoria da Subseção de Itapira, ocorrida na Casa da Advocacia

Dedicação à profissão e ao cargo de dirigente de Ordem dos Advogados dos Brasil foram temas tratados durante a cerimônia de posse da OAB Itapira (20/05). Durante a condução dos novos dirigentes aos seus postos para a atual gestão - Thomaz Antonio de Moraes (presidente), Luís Eugenio Barduco (vice-presidente), Helena Maria Nascimento Pinto (secretária-geral), Luiz Arnaldo Alves Lima Filho (secretário adjunto) e José Guilherme da Rocha Franco (tesoureiro) - foram tratadas questões voltadas para a advocacia e sobre o atual cenário político. Na ocasião, o presidente da OAB SP, Marcos da Costa, também foi homenageado pela Câmara Municipal da cidade com o Título de Cidadão Itapirense.

Além de ter elogiado as instalações da Casa da Advocacia e da Cidadania local - na inauguração, em maio de 2015, ele se recuperava de um acidente de carro - Marcos da Costa destacou em seu discurso o fato de o presidente reeleito ter conquistado um posto importante em Itapira, em pouco tempo de advocacia. “Você, um Jovem diretor de Ordem, conseguiu cativar a todos, honrando a tradição de Itapira de ter grandes advogados”, disse. O dirigente apontou ainda os desafios neste e nos próximos anos para aqueles que dedicam seu tempo e conhecimento em prol da sociedade e dos advogados. “Somos pautados por seriedade e ética, como agentes de transformação de nossa sociedade. Por conta disso, é preciso sempre honrar o trabalho do advogado, que deve ter suas prerrogativas respeitadas”, acrescentou.

Thomaz de Moraes, por sua vez, destacou a importância de ter a seu lado gestores que comprovaram estar prontos para as demandas da advocacia local e para defender o cidadão que busca amparo na Justiça para ter seus direitos respeitados. “Além da defesa da classe, nosso papel é lutar pelo direito dos cidadãos, como fizemos, indo ao Ministério Público denunciar a improbidade administrativa do Estado que não cumpriu decisões judiciais”, disse, referindo às causas ganhas pela OAB de Itapira, como direito ao recebimento de remédio gratuito para tratamento de saúde, uma garantia prevista na Constituição. Para a advocacia, especificamente, o dirigente destacou o combatemos à captação de clientela por falsos advogados.

Novo cidadão

Reconhecimento da advocacia é destaque na posse da OAB de Itapira
Marcos da Costa, presidente da OAB SP, recebe os cumprimentos pela outorga de titulo de Cidadão Itapirense. À esquerda, Décio Carvalho, presidente da Câmara de Itapira, e Thomaz Antonio de Moraes, presidente da Subseção da OAB na cidade, à direita

Antes de dar posse à diretoria da OAB Itapira, Marcos da Costa recebeu o título de Cidadão Itapirense pelos serviços prestados à comunidade local. A homenagem foi proposta pelo vereador Carlos Alberto Sartori e aprovada por unanimidade pela Casa Legislativa. “Estamos retribuindo ao presidente da OAB SP, Marcos da Costa, todos os serviços por ele prestados aos contribuintes de Itapira”, afirmou Décio Carvalho, presidente da Câmara, que conduziu a solenidade. “O título ressalta o trabalho desenvolvido por esse dirigente de Ordem, reeleito por uma constelação de 350 mil advogados, e que sempre firmou compromisso pela cidadania”, acrescentou Sartori.

Emocionado, Costa lembrou aos presentes que a advocacia tem como arma a palavra, e os dirigentes da instituição têm como missão levar à sociedade o direito de defesa e a garantia de Justiça. “É uma das melhores homenagens que recebo. Em nome de toda a advocacia fica aqui o reconhecimento por esse gesto”, agradeceu.

Também compareceram pela OAB SP, Fábio Romeu Canton Filho (vice-presidente), Gisele Fleury Charmillot Germano de Lemos (secretária adjunta) e os conselheiros Secionais André Aparecido Barbosa e Benedito Alves de Lima Neto. A CAASP foi representada por Arnor Gomes da Silva Júnior (vice-presidente). As cerimônias contaram ainda com representantes do Judiciário, do Legislativo e demais entidades representativas da sociedade itapirense e região.