Jovem advogada, vítima de violência, recebe apoio da OAB SP


01/06/2016

Marcos da Costa, presidente da Secional da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo, entrou em contato com o presidente da Subseção de São José dos Campos da OAB, Rodrigo de Moraes Canelas, tão logo soube do ato de violência a que foi submetida uma advogada da região, prestando solidariedade e pondo a estrutura da instituição à disposição dela.

A polícia investiga o estupro ocorrido na tarde de ontem (31/05), depois de a jovem advogada ter sido abordada por um estranho quando entrava em seu veículo na região central da cidade. O caso foi registrado na Delegacia da Mulher de São José dos Campos, e a investigação é tratada como prioridade com o objetivo de identificação e prisão do suspeito. A vítima passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal. O presidente Marcos da Costa conversou com ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, informando o ocorrido, e com o secretário de Segurança Pública, Mágino Barbosa Filho, solicitando informações sobre as apurações.

Basta de violência

Justamente em decorrência do caso de estupro coletivo no Rio de Janeiro, que abalou o país, a OAB SP organizou, para o próximo sábado (04/06), um amplo debate sobre a chamada cultura do estupro em todas as suas vertentes sob o título “Basta de Violência Contra a Mulher”, evento que será seguido de uma manifestação com a participação dos presentes em frente ao Teatro Gazeta, na Avenida Paulista.

Em pleno século XXI é assombroso que uma mulher seja estuprada a cada 11 minutos no Brasil, conforme divulgou o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Marcos da Costa considera que o estupro não diz respeito apenas às vítimas, mas é uma violência que afeta todos os cidadãos e um atraso inaceitável para a sociedade: “A OAB não se cala diante deste crime bárbaro”.