Comissão de Política Criminal e Penitenciária revela preocupação com ressocialização de presos


11/08/2016

Comissão de Política Criminal e Penitenciária revela preocupação com ressocialização de presos
Fábio Romeu Canton Filho, vice-presidente da OAB SP, e Adriana de Melo Nunes Martorelli, presidente da Comissão de Política Criminal e Penitenciaria da OAB SP, durante a solenidade de posse

Uma pesquisa de intervenção, a partir de trabalho de campo com a análise dos resultados, é um dos principais projetos da Comissão de Política Criminal e Penitenciária, cuja solenidade de posse foi realizada na terça-feira (09/08), na sede da OAB SP. “Começamos no Centro de Progressão Penitenciária do Butantã e migramos para a Penitenciária Feminina da Capital (Carandiru), na unidade materno-infantil, onde estão as presas mães com seus bebês”, situou Adriana de Melo Nunes Martorelli, presidente do grupo de trabalho. Fazendo uma avaliação sistemática dos efeitos das práticas propostas, a Comissão está realizando atividades culturais, como meditação, música e literatura, para tentar provocar uma reflexão sobre o papel da mãe nas mulheres encarceradas com seus filhos recém nascidos.

“Muitas das presas não têm ideia desse papel, não conseguem estabelecer um vínculo com o bebê, têm muito medo do destino que os filhos terão depois de um certo tempo”, contou Adriana. O projeto é desenvolvido em conjunto com os poderes Executivo e Judiciário do Estado de São Paulo e o próximo passo é buscar uma aliança entre a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, para que a rotina dessas crianças seja administrada pela última.

O vice-presidente da OAB SP, Fábio Romeu Canton Filho, representou a diretoria da Secional paulista na solenidade de posse. Responsável pelas Comissões da entidade, ele elogiou as propostas de trabalho que, para ele, revelam um espírito altruísta que está em desuso no Brasil e no mundo. “Traz satisfação ver colegas interessados em causas coletivas que interessam não só à advocacia, mas também à sociedade como um todo”, afirmou. A Comissão de Política Criminal e Penitenciária tem Fabiana Zanatta Viana, como vice-presidente, e Daniele Postoiev Fogaça Terra, como secretária geral.

A lista com os demais membros desse grupo de trabalho você encontra no site: http://www.oabsp.org.br/comissoes2010/criminal-penitenciaria