João Doria Júnior abre rodada de encontros com candidatos à Prefeitura paulistana


12/09/2016

João Doria Júnior durante encontro de candidatos a prefeito de São Paulo na OAB SP

João Doria Júnior (PSDB) abriu a rodada de participações de candidatos no lançamento do “Manifesto por eleições limpas”, promovido pela Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil, nesta segunda-feira (12/09). Durante o evento, o concorrente pela coligação Acelera São Paulo, composta por 13 partidos, apresentou seu programa de governo para os presentes e também para quem acompanhou pela Web TV OABSP.

Doria Júnior destacou como principais eixos de governo a educação, a saúde, o transporte, a mobilidade urbana e a geração de empregos. Enfatizou que irá fazer uma gestão de parcerias e com transparência. Para isso, promete descentralizar as prefeituras regionais, que irão substituir as subprefeituras, e acompanhar mais de perto as questões enfrentadas pela cidade. “Não serei prefeito de gabinete, vou ao encontro da população para tentar resolver os problemas”, afirma. Sua plataforma de governo inclui ainda uma cidade de motivação para o microinvestimento. “Temos de facilitar o microcrédito para o pequeno investidor ter a oportunidade de enfrentar a crise.”

Na saúde, sua política será trabalhar na prevenção, ampliando a parceria com os governos do Estado e Federal. Quanto à educação, promete investir na valorização dos professores e em equipamentos digitais. No quesito habitação disse que irá aumentar o número de moradias populares. Também fazem parte de seus projetos, aprimorar os corredores de ônibus e ampliar o número de coletivos articulados e biarticulados. Sobre segurança pública, diz que irá colocar os seis mil agentes da Guarda Civil Metropolitana na vigilância dos equipamentos públicos, escolas, postos de saúde e parques, e terminou prometendo reestabelecer a velocidade das marginais Pinheiros e Tietê: “Vou fazer isso pelo reconhecimento. Afinal, nas marginais passam 3,5 milhões de pessoas todos os dias”.