Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 03 / TJSP atende pedido da advocacia e adia substituição do eSAJ

Notícias

TJSP atende pedido da advocacia e adia substituição do eSAJ


15/03/2017

tjsp_lateral_entrada.JPG


A substituição do sistema de peticionamento eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), inicialmente programada para esta quarta-feira (15/03), foi adiada por tempo indeterminado até que a migração da advocacia esteja completa e o sistema estabilizado. Tratando do tema de forma permanente a Diretoria da OAB SP, representada pelo vice-presidente Fábio Romeu Canton Filho, se reuniu na data de hoje com os juízes, servidores, membros do Setor de Informática do Tribunal e prestadores de serviços para apresentar os problemas que vêm sendo enfrentados pela advocacia.

O diálogo, somado aos fatos recentes de queda do sistema, ajudou na compreensão pelo Tribunal da necessidade de ampliar o prazo para a migração. Até terça-feira (14/03), cerca de cem mil advogados haviam baixado e utilizado o novo programa de peticionamento eletrônico. Esse montante corresponde a um terço dos inscritos nos quadros da Secional paulista da Ordem e em plena atividade profissional. Há mais 200 mil profissionais que aguardam condições operacionais para a mudança, o que fica difícil diante dos constantes relatos de instabilidade do eSAJ.

No início do mês, quando o novo sistema entrou no ar em paralelo com o anterior, houve uma sequência de quatro dias de indisponibilidade, em período maior do que uma hora, o que acarretou à suspensão de prazos dos dias 2, 3, 6 e 7 de março, para o dia 8 do mesmo mês. Depois, houve nova suspensão de prazo do dia 9 para o dia 10.

Nas próximas semanas, o Tribunal vai seguir acompanhando dois fatores para determinar a nova data para substituição do eSAJ: a quantidade de advogados que vão baixar e utilizar o novo sistema e a sua estabilidade. Os dois sistemas estão operando simultaneamente e a OAB SP recomenda o download e a utilização do novo eSAJ o quanto antes para evitar o risco de não ter alternativa de peticionar, tão logo a substituição ocorra.

Por que um novo eSAJ?
O TJSP está adotando um novo eSAJ devido ao fim do plug-in Java, da Oracle, que não será mais atualizado após a segunda quinzena de março. Sem atualização de plug-ins dois prejuízos ganham destaque: aumenta a vulnerabilidade a novos vírus, uma vez que as brechas não são corrigidas; e o decorrente atraso tecnológico inviabiliza compatibilidade com outros sistemas.