Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 08 / Semana Jurídica lota auditório da Casa da Advocacia em Campinas para ouvir Dalmo Dallari

Notícias

Semana Jurídica lota auditório da Casa da Advocacia em Campinas para ouvir Dalmo Dallari

Tweet


23/08/2017

Semana Jurídica lota auditório da Casa da Advocacia em Campinas para ouvir Dalmo Dallari

Em comemoração ao Mês do Advogado, a abertura da Semana Jurídica na Casa da Advocacia de Campinas contou com mais de 400 pessoas para assistir a palestra do jurista Dalmo de Abreu Dallari (21/08). O evento teve a participação do vice-presidente da OAB SP, Fábio Romeu Canton Filho, representando o presidente Marcos da Costa, e da secretária geral-adjunta da OAB SP, Gisele Fleury Charmillot Germano de Lemos, que estiveram acompanhados do presidente da OAB Campinas, Daniel Blikstein.

“É uma grande oportunidade presenciar a palestra de um dos mais importantes juristas do país”, pontuou o vice-presidente da Seccional, Fábio Romeu Canton Filho, não início da solenidade. O presidente da Subseção, Daniel Blikstein, reforçou a ponderação de Canton: “É um dia especial recebermos o ilustre Dalmo Dallari, que é um referencial do Direito para nós todos, assim como foi um referencial na gestão pública o ex-prefeito de Campinas, Francisco Amaral”.

A menção antes do início da palestra se deu pela homenagem ao ex-prefeito da cidade, também advogado e deputado por seis legislaturas, falecido em janeiro. "O Francisco Amaral foi um dos signatários da nossa Carta Magna de 1988 e foi um advogado brilhante”, destacou o conselheiro da Secional e ex-presidente da Subseção de Campinas, Dijalma Lacerda, que lembrou a trajetória do ex-prefeito ao reverenciar à família, ali representada pela viúva, Marília Martorano Amaral e as filhas Yara e Eliana, a importância do homenageado.

Constituição na vida dos povos

Semana Jurídica lota auditório da Casa da Advocacia em Campinas para ouvir Dalmo Dallari

Em sua palestra, Dalmo Dallari discorreu sobre a Constituição do século XVIII à atualidade, citando fatos históricos importantes na composição da Constituição em vários países como França e EUA que exerceram influência sobre as primeiras Constituições do Brasil. “Acredito profundamente no Direito e na Constituição como instrumento do direito e da Justiça. É extremamente importante essa oportunidade de uma reflexão a respeito dessa temática”, ponderou.

O jurista destacou passagens sobre a relevância da advocacia no processo de elaboração da Constituição. Segundo relatou, na Convenção de Filadélfia (1787), que originou a Constituição dos Estados Unidos, a primeira elaboração teve 55 delegados, sendo 34 advogados. Lembrou também que, na primeira Constituinte do Brasil (1823), o então deputado constituinte, José Feliciano Fernandes Pinheiro, propôs a criação da primeira Faculdade de Direito no Brasil. “Ao mesmo tempo em que o Brasil adotava uma Constituição, decidia criar um curso jurídico próprio para que os brasileiros não fossem a Coimbra, para que tivessem sua formação jurídica, tendo em conta a realidade brasileira”, mencionou o jurista.    

A realização da Semana Jurídica da OAB é coordenada pelo secretário geral-adjunto da Subseção, Paulo Braga e contou com a presença dos conselheiro Secionais Raquel Tamassia Marques, e Lucia Helena Sampataro Cirilo; da deputada estadual, Célia Leão; e do representante da Superintendência Regional do Branco do Brasil, Kepler da Silveira Palhano.