Movimento Sou Responsável faz campanha colaborativa para escolha de logomarca

Tweet


20/02/2018

Movimento Sou Responsável faz campanha colaborativa para escolha de  logomarca
Até o momento, 700 peças foram inscritas. As propostas de logomarca podem ser enviadas até 26/02

Em busca de mobilizar a sociedade, alertando sobre a responsabilidade nas escolhas que fará para seus representantes neste ano eleitoral, o Movimento Sou Responsável – que não tem dono, ideologia, partidos e, muito menos, candidatos – deu largada à campanha de criação da sua logomarca. A intenção é que essa arte desperte nos cidadãos a consciência de que são senhores de seu futuro e devem ter compromisso com suas opções. O processo de seleção escolhido busca o engajamento dos participantes e está sendo feito on-line em plataformas colaborativas, capitaneados pelo Projeto Reciprocidade do jornalista Gilberto Dimenstein. 

A Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil, a Cúria Metropolitana de São Paulo, a Federação do Comércio de São Paulo (Fecomercio) e o Instituto Ethos estão entre mais de cem instituições da sociedade civil que já estão envolvidas com o Movimento Sou Responsável. Na atual etapa, a intenção é ampliar a visibilidade da mensagem de tornar o cidadão protagonista do seu papel por um País melhor para todos. 

A aprovação da logo, que será uma das primeiras iniciativas que contará ainda com a criação de filme de 30 segundos, vídeos-depoimentos de ações de responsabilidade e jingle, contará com a participação na comissão julgadora de importantes publicitários, como Nizan Guanaes, Washington Olivetto e Marcelo Serpa. Todos engajados no Movimento de forma voluntária.  “O processo de escolha é um enorme desafio para que os designers tenham a oportunidade de mostrar seus trabalhos”, pontua Dimenstein, criador e coordenador do Portal Catraca Livre. “A criação colaborativa da logo da campanha é importantíssima e referenda nosso propósito de que a criatividade pode transformar o Brasil em um lugar melhor para todos”, acrescenta Ricardo Zanotta, coordenador-executivo da Rede Brasileira de Criatividade e também parceiro nessa empreitada. 

A primeira etapa de triagem está sendo realizada no site www.wedologos.com.br (https://www.wedologos.com.br/projeto-detalhe.aspx?pid=232841). Neste endereço eletrônico os concorrentes devem enviar suas propostas até 26/02: já há mais de 700 peças inscritas. Encerrada essa fase, serão definidos os dez finalistas que irão a voto popular no portal Catraca Livre, a partir de 03 de março, com duração de sete dias. Na sequência, os cinco logotipos mais bem votados serão submetidos à avaliação final. Uma das regras da disputa é não enviar propostas com cores que façam alusão aos partidos políticos. 

Para o presidente da OAB SP, Marcos da Costa, a logomarca escolhida tem de transparecer o exercício da cidadania. Ele acrescenta que a contribuição de todos dará verdadeiro significado ao Movimento. “Essa campanha pretende imprimir a definição do que é direito e que é dever de cada um”, pontua. Ricardo Zanotta corrobora com o dirigente e avalia que o Movimento Ser Responsável é extremamente relevante para tirar o Brasil da situação complexa e difícil em que se encontra. “A solução somos nós, e vamos construí-la”, afirma. 

No site do Movimento, todas as ações que envolvem a participação de diferentes segmentos da sociedade estão relacionadas: www.souresponsavel.com.br