OAB SP celebra termo de cooperação para fortalecer o programa Transcidadania

Tweet


10/07/2018

OAB SP celebra termo de cooperação para fortalecer o programa Transcidadania
No canto direito: Fábio Romeu Canton Filho, vice-presidente da OAB SP; e Adriana Galvão Moura Abílio, presidente da Comissão de Diversidade Sexual da OAB SP; na celebração do termo de cooperação técnica com a Prefeitura de São Paulo, para fortalecer o programa Transcidadania e os Centros de Cidadania LGBTI

A Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil celebrou um termo de cooperação técnica com a Prefeitura de São Paulo, para aprimorar e fortalecer o programa Transcidadania e os Centros de Cidadania LGBTI, através de esforços interinstitucionais. O vice-presidente da OAB SP, Fábio Romeu Canton Filho assinou o documento nesta quinta-feira (28/06), dia internacional do Orgulho LGBT, juntamente com a secretária de Direitos Humanos e Cidadania, Eloisa Arruda.

No ato de assinatura, o vice-presidente da OAB SP, destacou que a data marcada pelo dia internacional do orgulho LGBT materializa as ideias e ideais da entidade: “Este é um dia de conquista e resultado deste trabalho em conjunto, em que materializamos nossas ideias e ideais com a celebração de um termo de cooperação inclusivo. A OAB SP tem uma atuação forte no combate à intransigência e intolerância”, afirmou.

A secretária de Direitos Humanos e Cidadania, Eloisa Arruda, reforçou a importância da parceria entre a Prefeitura e a OAB SP: “A OAB SP é uma parceria de muitos momentos, com uma entrada em todos os nossos temas, como combate à discriminação racial, à violência contra a mulher, à LGBTfobia”, apontou.

Presidente da Comissão de Diversidade Sexual da OAB SP, Adriana Galvão Moura Abílio, relatou a luta constante pelos direitos da diversidade e o trabalho desenvolvido pela Prefeitura através da Casa Florescer.

O termo de cooperação técnica prevê uma série de ações afirmativas realizadas em conjunto entre a OAB SP e a Prefeitura. Ainda participaram da assinatura do termo, a secretária-adjunta de Assistência e Desenvolvimento, Gitane Leão e o coordenador de políticas LGBTI da secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, Ivan Batista.