O Discurso de Gettysburg

Fonte: Grandes Advogados, Grandes Julgamentos - Pedro Paulo Filho - Depto. Editorial OAB-SP

Abraham Lincoln

Esse grande advogado do povo norte-americano proferiu o seu mais célebre discurso no cemitério de Gettysburg, onde se travou uma das mais cruentas batalhas da guerra civil. Lincoln tudo fizera para evitar a guerra fraticida e, quando verificou que seus esforços haviam sido inúteis para que o Sul depusesse as armas, decidiu pela abolição da escravatura. O discurso do lenheiro que chegou à Presidência dos Estados Unidos foi considerado um verdadeiro poema em prosa:
"Há 87 anos - disse Lincoln - neste continente, os nossos antepassados doaram ao mundo uma nova nação concebida na liberdade e baseada no princípio de que todos os homens foram criados iguais.
Estamos hoje envolvidos em uma grande guerra civil que provará se esta nação ou qualquer outra deste modo concebida pode perdurar.
Encontramo-nos, neste momento, num dos grandes campos de batalha desta luta e queremos consagrar uma parte dele à última morada dos que aqui sacrificaram a própria vida pela existência do país.
É justo que o façamos, porém, num sentido mais profundo, não nos compete abençoar ou consagrar este solo.
Os heróis, vivos ou mortos, que nele pelejaram, já o santificaram a tal ponto que as nossas fracas forças nada lhe podem acrescentar nem tirar.
Mais tarde, o mundo esquecerá o que hoje foi dito aqui: todavia, jamais poderá olvidar os feitos de que este campo foi teatro.
Cabe-nos, a nós, vivos, dedicar-nos à continuação da obra de que os combatentes aqui iniciaram.
Compete-nos realizar a sublime tarefa que esses grandes mortos nos legaram, e com crescente espírito de sacrifício levar à vitória a causa que aqui os fez exaltar o derradeiro alento.
Cumpre-nos fazer que esses homens não tenham tombado em vão, que, com o auxílio de Deus, a nação assista à renascença da liberdade e que o governo do povo pelo povo não desapareça da face da terra.".