UM MOVIMENTO PARA MUDAR O PAÍS

Criado recentemente, o Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros, também conhecido como " Cansei" , fez sua primeira demonstração pública de mobilização em agosto. Milhares de pessoas  participaram de ato público um culto ecumênico em favor do Brasil.

Problemas recorrentes em todas as esferas dos governos, como ação do crime organizado, carga tributária astronômica, impunidade e favorecimentos, e descaso com as necessidades básicas do povo foram o mote principal para que uma multidão aderisse ao Cansei.

Como uma onda vibratória, o movimento repercute em vários pontos do país, de forma espontânea, na mais verdadeira expressão de desencanto, aliada à esperança de mudar alguma coisa.

Esse movimento nasce no âmago da sociedade. Não é político-partidário, assim como não  é contra governo ou governantes. Mas, a favor do Brasil. O movimento tem uma expressão que tenta traduzir o sentimento de todo brasileiro, a expressão Cansei. São décadas de erros, dos quais o povo se cansou. O caos aéreo que culminou com o acidente em Congonhas, onde foram ceifadas quase 200 vidas, converteu-se na gota d’água contra todas as mazelas nacionais, que visa resgatar  respostas dos cidadãos. Temos uma bandeira a ser seguida para quebrar o estado de apatia e passividade diante dos problemas nacionais.

Todos nós, certamente, estamos cansados de não fazer o que temos de fazer, o que precisamos fazer de concreto para mudar esse país. Dispomos de uma alavanca para iniciar a transformação e redesenhar o país que queremos, mais justo, mais fraterno e que ofereça democraticamente oportunidades para todos. Que seja de fato um país querido por todos. Por isso, mais de 60 entidades de classes, que representam todo o espectro da sociedade, dos artistas aos desportistas, dos trabalhadores aos empreendedores, enfim, todos que se opõem ao caótico quadro, além do cidadão comum. E a sociedade que está cansada desta situação encontra, assim, abrigo neste movimento que reitera-se  não tem cunho político-partidário e que pretende apenas acordar a sociedade brasileira para participar do processo democrático.

A indignação perante a impunidade e a injustiça deve ser revelada por todo cidadão brasileiro consciente. Acreditamos que um novo país possa ser construído ainda para essa geração e consideravelmente melhorado para as gerações futuras. Tentam politizar, sem sucesso, uma iniciativa que pretende apenas lembrar ao brasileiro o quanto foi custoso a reconquista  do Estado Democrático de Direito, do qual não podemos abrir mão, defendendo prioritariamente as  instituições. Trilhamos um caminho que propõe mudanças - demonstrando insatisfação e oferecendo propostas para a transformação, sem discursos políticos , mas com atitude, de forma propositiva. É o que faremos juntos, sociedade e governos, para um Brasil dos nossos sonhos.

Luiz Flávio Borges D’Urso, advogado criminal, mestre e doutor pela USP, é presidente da OAB SP.