O significado de nossa vitória

O corpo da advocacia paulista deu um dos mais expressivos exemplos de cidadania e civismo no país. Com uma participação recorde entre todas as Secionais, a OAB SP, por meio de 168.919 votantes, escolheu os dirigentes que irão comandá-la no período 2016/2018.

Tivemos um pleito memorável. Seis chapas foram a campo apresentar seus programas, debater com as bases da advocacia, ouvir as demandas das Subseções, enfim, auscultar os sentimentos do maior conjunto de advogados do Brasil, formado pelos 350 mil profissionais inscritos na nossa Secional paulista.

Tivemos a grata satisfação de ver a nossa Chapa “Trabalho pela Advocacia” vencedora do processo eleitoral, registrando, com a magnífica votação de 36,34% dos votos (mais de 61 mil votos), a vitória de um grupo que decidiu elevar a advocacia ao patamar de grandeza que merece na moldura das profissões de nosso país.

Destaco, entre os aspectos que dão relevância à nossa caminhada, a expressiva contagem de votos vitoriosos na Capital/Centro, inclusive no berço tradicional da advocacia, a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, onde votam os mais antigos, e na Uninove, onde vota a jovem advocacia. Passado, presente e futuro comungam do nosso escopo de trabalho.

Ao fazer este registro, não posso deixar de destacar a extensão do apoio que obtivemos em todos os recantos do Estado de São Paulo, significando amplo reconhecimento ao trabalho que estamos realizando em defesa da advocacia, que se pode mensurar não apenas pela estrutura de serviços que disponibilizamos para os advogados como também pela defesa continuada, consistente e persistente, das prerrogativas profissionais.

Nesse sentido, destaco, entre muitas iniciativas, o projeto de lei que criminaliza as ofensas aos advogados.

Rememoramos, com alegria, nossas campanhas, a serem continuadas, pela valorização dos honorários advocatícios, pela inserção do jovem advogado no mercado de trabalho e pela igualdade de todos os direitos da mulher advogada. Dispomos, hoje, de um dos melhores e mais qualificados centros de formação e aperfeiçoamento profissional, que já se torna referência na seara do Direito: a Escola Superior de Advocacia (ESA), a par das atividades rotineiras e muito prestigiadas pelos nossos núcleos profissionais, desenvolvidas pelo dinâmico Departamento Cultural.

Na frente institucional, continuaremos a mobilizar o nosso valoroso corpo de advogados em torno do combate à corrupção e em favor da ética na política, na esteira da campanha que realizamos para reformar a política. Durante dois dias, um grupo de cientistas sociais e políticos, professores de Direito e representantes congressuais debateram, em nossa sede, diversos aspectos que merecem integrar o projeto de reforma política a ser encaminhado ao Congresso.

A Secional continuará com suas portas abertas, disposta a ouvir e a debater com os segmentos da sociedade organizada suas propostas, demandas e reivindicações.

Aos nossos opositores, quero deixar minha palavra de respeito ao plano das ideias, meu compromisso de jamais tergiversar em matéria de defesa das prerrogativas de nossa profissão e, por último, um convite para que se unam ao ideário pelo qual lutamos: a valorização da advocacia.

Marcos da Costa
Presidente da OAB SP