OAB SP participa de campanha contra assédio no transporte público

Tweet


30/08/2017

A campanha “Juntos podemos parar o abuso sexual nos transportes” reúne esforços do Poder Público e de entidades da sociedade civil para combater e tentar dar fim a um tipo de violência que faz parte do cotidiano das mulheres que utilizam o transporte coletivo. A Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil vai participar da campanha veiculando as peças da campanha em seus canais de comunicação. “O abuso contra mulheres no transporte coletivo exterioriza um país marcantemente machista que mantém práticas como essa enraizadas na sua cultura. É preciso lutar para extirpar essa forma de agir”, afirmou Marcos da Costa, presidente da OAB SP, durante o lançamento da campanha (29/08), na sede do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

O conteúdo das peças publicitárias da campanha foi idealizado para estimular as vítimas de abuso sexual no transporte e pessoas que o presenciam a denunciarem os agressores. Uma das idealizadoras da campanha, a juíza da Vara de Violência Doméstica e Familiar do Butantã, Tatiane Moreira Lima, contou que já foram realizados seminários apresentados para funcionários da CPTM, Metrô, EMTU e SP Trans, visando capacitá-los para o atendimento às vítimas. Além disso, nos meses de outubro e novembro, em caráter experimental, serão oferecidas atividades educacionais aos agressores detidos em flagrante delito, como alternativa de transação penal. “Será uma oportunidade de repensar seus atos, aspectos de masculinidade, machismo e perceber que o transporte é público, mas o corpo da mulher não!”, defendeu.

“Estamos na terceira maior metrópole do mundo e a mobilidade urbana é um grande desafio, com milhões de passageiros por dia e é preciso chamar a atenção para não permitir a impunidade”, disse o governador Geraldo Alckmin. “Temos atuado para combater a violência contra a mulher, com campanhas sobre violência doméstica e respeito pela mulher. Esse alinhamento de posições de tantas entidades é importante para atuarmos na prevenção e deixarmos claro que a mulher vítima de agressão não está sozinha”, explicou Paulo Dimas Mascaretti, presidente do TJ-SP.

Parte importante dessa parceria da OAB SP com o TJSP contou com a atuação da presidente da Comissão da Mulher Advogada, Kátia Boulos, que participou do lançamento da campanha juntamente com outras integrantes do grupo de advogadas. A campanha “Juntos podemos parar o abuso sexual nos transportes” ainda tem a participação do Governo do Estado de São Paulo, Prefeitura de São Paulo, Ministério Público de São Paulo, Polícia Militar, Polícia Civil, ViaQuatro, Estrada de Ferro Campos do Jordão (EFCJ), Secretaria de Segurança Pública, Secretaria dos Transportes Metropolitanos e Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo.

OAB SP participa de campanha contra assédio no transporte público
Autoridades posam para a foto Oficial, no lançamento da Campanha Juntos Podemos Parar o Abuso Sexual nos Transportes

 Veja mais imagens na Galeria de Fotos