OAB-SP vai acompanhar Caso do Parque do Estado


17/07/1998

OAB-SP vai acompanhar Caso do Parque do Estado

A OAB-SP, através das Comissões de Direitos Humanos e da Mulher Advogada, pretende acompanhar a apuração dos assassinatos de seis mulheres no Parque do Estado. Membros das duas Comissões da Ordem estiveram , ontem, em contato com moradores,participando de reunião com Associação de Moradores, de Movimentos Populares e de Mulheres na Igreja Santo Afonso.<br>
OAB-SP comprometeu-se com os moradores a oferecer respaldo jurídico para as famílias das vítimas. Será agendada uma audiência com o Secretário de Segurança Pública, José Affonso da Silva, e com o titular da 97. Delegacia de Polícia, delegado Enjolras Rello de Araújo, para solicitar agilidade na apuração do caso e maior segurança para a região, principalmente no Parque. O lugar possui iluminação precária e encontra-se em estado de abandono, tornando o local propício ao ataque de assaltantes e marginais.<br>
Na reunião de ontem foi sugerido, e acatado pelos moradores, a realização de um ato ecumênico no próximo dia 2 de agosto, às 15 horas, nas imediações do Parque do Estado, em memória das mulheres vitimadas. Ao que tudo indica, elas foram submetidas à violência sexual pelo assassino que as atacou.
Mais informações na Assessoria de Imprensa da OAB-SP, pelos telefones (011) 239-5122, ramal 224 ou 3105-0465.