Hélio Bicudo recebe o prêmio Franz de Castro Holzwarth-98


18/12/1998

Hélio Bicudo recebe o prêmio Franz de Castro Holzwarth-98

O jurista e deputado Hélio Pereira Bicudo recebeu, no último dia 18 dezembro, o Prêmio Franz de Castro Holzwarth/98, outorgado anualmente pela OAB-SP a uma personalidade que tenha se destacado na área dos Direitos Humanos, às 18 horas, na sede da Ordem. Segundo Iberê Bandeira de Mello, vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem, a escolha recaiu sobre Bicudo pelo seu relevante trabalho na defesa dos despossuídos, com destaques para o combate à Lei de Segurança Nacional, ao esquadrão da morte e ao foro privilegiado para policiais. <br><br>

Serão entregues, também, menções honrosas à Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo, pelo resgate da cidadania, e ao médico psiquiatra Paulo César Sampaio, pela sua dedicação à reinserção e à saúde do homem encarcerado junto ao Departamento de Saúde do Sistema Penitenciário Paulista. “A Ouvidoria fez este ano um trabalho relevante de proteção dos Direitos Humanos e contra a violência policial, fato grave no país, sendo um órgão que ganha credibilidade, porque funciona.Já Sampaio, vem fazendo um trabalho brilhante junto ao Manicômio Judicial ”, destaca Iberê. <br><br>

O “Franz de Castro Holzwarth” foi criado em 1982 e já premiou, entre outros, Heleno Fragoso, Fábio Konder Comparato, Herbert de Souza e Dom Paulo Evaristo Arns. Franz de Castro Holzwarth foi um advogado que atuou junto aos encarcerados e foi metralhado pela Polícia, quando servia de refém a presos rebelados, em 1981. Para Hélio Bicudo, o prêmio leva o nome de um advogado que é um dos mártires da classe na defesa dos Direitos Humanos.<br><br>

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB-SP, pelos telefones 239-5122, ramal 224 ou 3105-0465.