OAB SP discute a qualidade e o futuro da TV brasileira


11/08/1999

OAB SP debate qualidade e futuro da TV brasileira
A TV - que se tornou a maior fonte de informação da população brasileira - passará por um “pente fino” durante o seminário de três dias promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de São Paulo. O evento reunirá representantes do governo, emissoras, Congresso, intelectuais e críticos, que discutirão um amplo temário sobre: concessão; mecanismos reguladores como o V-chip; qualidade da programação; manuais éticos para programação , cujas sugestões devem estar prontas até setembro e legislação, entre outros.

No primeiro dia, 16 de agosto, o seminário reunirá a ex-deputada e psicóloga Marta Suplicy (Formação de Mentalidade em Televisão), o professor da ECA-USP e vice-presidente da TVER, Laurindo Leal Filho (As Concessões e a Qualidade da Programação), o senador Pedro Simon (O Legislativo e a Qualidade da Programação da TV), o secretário de Estado dos Direitos Humanos e José Gregori (O Executivo e a Qualidade da Programação da TV.

No segundo dia, 17 de agosto, estarão presentes o professor da ECA-USP, Bernardo Kuzincsky (A Liberdade de Expressão nos Meios Eletrônicos), o deputado federal Marcos Rolim (CO Controle Estatal da Televisão), o presidente do Conar, Gilberto Leifert (O Conar e o Controle da Qualidade da Programação da TV) e o diretor da Faculdade de Direito da PUC-SP, Celso Antonio Pacheco Fiorillo.

Para fechar o evento, dia 18 de agosto, estarão presentes o presidente da TV Cultura, Jorge da Cunha Lima (A TV Pública na Nova Lei de Comunicação de Massa Eletrônica), o diretor da Rede Recorde e presidente da Abratel, Roberto Wagner Monteiro (As Emissoras de Rádio e TV e os Princípios Constitucionais da Comunicação Solcial) e o jornalista e crítico de TV, Eugênio Bucci (A Televisão e o Espaço Público) .

O seminário acontece no Salão Nobre da OAB SP (Praça da Sé, 385) às 19 horas. Mais informações na Assessoria de Imprensa da Ordem , pelos telefones 3105-0465 e 239-5122, ramal 224.