OAB SP discute racismo na Internet


07/12/1999

OAB SP discute racismo na Internet
Na próxima Sexta-feira, dia 10 de dezembro, a Comissão de Direitos Humanos da OAB SP promove, às 18 horas, em sua sede (Praça da Sé, 385) o painel “Racismo e Internet”, que vai debater o uso da rede por grupo radicais, que pregam a discriminação contra judeus, negros, homossexuais e nordestinos. A violência de grupos racistas no Brasil torna-se preocupante a partir de episódios como o atentado a bomba sofrido em setembro pela Anistia Internacional, entidade que recebeu na ocasião a solidariedade da OAB SP.

A Internet vem se tornando a mídia perfeita para que estes grupos radicais divulguem suas idéias. As mensagens são facilmente inseridas e disseminadas, e de difícil localização da autoria. A Polícia Civil, por exemplo, levou dois meses para localizar o estudante responsável pelo site nazista Judeus no Brasil.

O painel da OAB SP vai reunir o ex-secretário de Justiça e Segurança Pública, Eduardo Mylaert, o advogado Rubens Miranda de Carvalho e o professor titular do Departamento de Ciências da Computação da USP, Imre Simon.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelo telefone 3105-0465 e 239-54122, ramal 224.