Resposta a jornalistas da Rádio Bandeirantes


06/04/2000

Resposta a jornalistas da Rádio Bandeirantes

S.Paulo, 29 de março de 2.000

Aos jornalistas
SALOMÃO ESPER e
JOSÉ PAULO DE ANDRADE
Via Fax 3745-7340

Estimados Amigos da Bandeirantes:

Hoje, por volta de 8:30 horas ouvi seus comentários sobre os “14.000 lesados por advogados” e sobre a caminhada ontem feita pelos que vocês chamaram de “santinhos do pau ôco”...

O José Paulo fez referência às informações que lhe prestei sobre os processos em andamento no Tribunal de Ética da OAB SP. Na verdade, hoje são cerca de 12.000 processos. Já conseguimos diminuir 2.000 desde aquela informação, de meses atrás.

Mas não são 12.000 “lesados”, mas simplesmente 12.000 QUEIXAS, a maioria das quais SEM FUNDAMENTO. Cerca de 60% das QUEIXAS são arquivadas, por serem indevidas. Infelizmente há muitas reclamações injustas e sem fundamento.

A contrário do que vocês disseram a OAB SP, pelo seu atual Conselho, vem desde 1998 realizando um gigantesco esforço para solução das questões Éticas. Só no ano passado, 1999, foram aplicadas cerca de 700 penas disciplinares a maus advogados, inclusive com várias exclusões. E mais: O Tribunal era composto de 2 Turmas Disciplinares e no ano passado foram criadas mais 2 Turmas, uma das quais em São Bernardo do Campo. Neste ano deverão ser criadas mais 4 Turmas, todas no Interior: em Bauru, Sorocaba, Ribeirão Preto e São José dos Campos. OU seja: desde a posse do atual Conselho, o Tribunal vem tendo um crescimento de 100% ao ano quanto ao número de Turmas Julgadores. E quanto à quantidade de julgamentos, o crescimento foi acima de 100% ao ano nos dois primeiros anos!

No início desde ano o Tribunal passou a ocupar 3 andares de um novo prédio da OAB, na Rua Senador Feijó, 143. Terei imenso prazer em receber os Amigos para uma visita “in loco”. Vocês terão, assim, uma visão mais precisa do trabalho que o atual Conselho vem fazendo para recuperar a dignidade da Advocacia, que maus profissionais tentam denegrir.

Mas, Justiça seja feita: das 12.000 queixas, apenas cerca de 4.000 acabam em condenações, porque a maioria esmagadora dos Advogados paulistas é de gente séria. Temos hoje 170.000 advogados inscritos no Estado. Os maus não chegam a 3% desse total. Eles nos envergonham e nos entristecem, mas nós não estamos omissos.

Quanto a “santinhos do pau ôco” : eu também estava lá na caminhada. Os advogados não são santos, pelas mesmas razões que jornalistas também não são. É que o Código Canônico exige que para ser canonizado e virar santo, deve-se primeiro morrer e depois fazer milagres...

O fraterno abraço do incondicional admirador,

Raul Haidar
Corregedor do
Tribunal de Ética e Disciplina da OAB SP