Ciclo de debates enfoca reprodução humana assistida


04/07/2000

Ciclo de debates enfoca reprodução humana assistida

<br>
Em junho de 1998 nasceu na Inglaterra Louise Brown, o primeiro bebê do mundo fertilizado “in vitro”. O avanço da ciência na área da procriação colocou ao alcance da sociedade diversas técnicas de Reprodução Assistida, procedimento auxiliar dos casos de infertilidade humana. Sistematizados por resoluções do Conselho Federal de Medicina e leis, os diferentes aspectos que envolvem a procriação realizada de forma artificial serão tema do ciclo de debates promovido pela OAB-SP nos próximos dias 15, 16 e 17 de agosto, às 18h30, no Auditório da CAASP (Rua Benjamim Constant, 75). O secretário geral da entidade, Carlos Miguel Aidar inicia os trabalhos.
<br>
Intitulado “Procriação Humana Assistida: Debate Interdisciplinar”, o evento é uma contribuição ao projeto de lei nº 90/99, do senador Lúcio Alcântara, atualmente em tramitação no Congresso Nacional. Serão abordados temas como “Aspectos Médicos e Bioéticos”, “Direito Constitucional e Civil”, e “Direito Penal e Direito Sanitário”. Participam como expositores Dalmo de Abreu Dallari, professor da Faculdade de Direito da USP; Dirceu de Mello, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado; Eliane Azevêdo, professora de genética médica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia; Suely Gandolfi Dallari, professora da Faculdade de Higiene e Saúde Pública da USP; Silmara Chinelato e Almeida, professora da Faculdade de Direito da USP; e Leocir Pessini, vice-reitor da Universidade São Camilo.
<br>
Inscrições (R$ 10,00) e informações na Praça da Sé, 385, térreo. Telefones para contato: 3116-1067/ 1074/ 1098.