Ato em repúdio à violência contra as mulheres


20/09/2000

Ato em repúdio à violência contra as mulheres

<br>
Hoje foi realizado na Praça da Sé, em frente ao Tribunal de Justiça de São Paulo, ato do Movimento de Mulheres. Intitulado “EM REPÚDIO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES E POR JUSTIÇA PARA SANDRA GOMIDE”, o ato começou com a entrega de uma carta, por parte de uma comissão formada por representantes de movimentos feministas, denunciando a violência sexista e pedindo mais atenção ao problema por parte das autoridades competentes.
<br>
O documento foi entregue ao presidente da OAB-SP, Rubens Approbato Machado, ao procurador geral de Justiça do Estado de São Paulo, José Geraldo Brito Filomeno, e ao 1º vice-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Álvaro Lazzarini. Participaram da comissão, que entregou o documento no TJ, Nalu Faria, representante da Marcha Mundial de Mulheres contra a Pobreza e a Violência Sexual; Maria Amélia Teles pela União de Mulheres do Estado de São Paulo; e Maria das Graças Perera de Mello, membro da Comissão da Mulher Advogada da OAB-SP.
<br>
Segundo o presidente da OAB-SP, Rubens Approbato Machado, a violência contra a mulher precisa cessar imediatamente. “Há necessidade de uma discussão permanente sobre o assunto em todas as esferas sociais e não apenas quando pessoas de esferas sociais mais elevadas estão envolvidas”.