Comprovado Espancamento na Febem


28/09/2001

Comprovado Espancamento na Febem

Foram comprovadas as denúncias apresentadas pela Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP e parentes dos internos da Febem aos promotores da Vara da Infância e Juventude de que os jovens da unidade 27 da Febem, na Rodovia da Raposo Tavares, foram espancados por funcionários da unidade, no último dia 21 de setembro. "Segundo apurou o IML, dos 111 internos, 65 apresentavam hematomas, escoriações e lesões nos braços, coxas e costas, além de queimaduras no rosto, causadas pelo uso de spray de pimenta”, diz o advogado Ariel de Castro Alves, representante da OAB-SP;

De acordo com Ariel, o exame de corpo de delito também comprova que os internos estavam passivos, que não reagiram e que foram surpreendidos pelos funcionários, que utilizaram cabos de vassouras, paus e tacos . Ariel afirmou também que três internos , com braços e perna quebrados, foram transferidos para Parelheiros para que as investigações fossem obstruídas.

Comprovada a prática do crime, a Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP vai exigir a punição administrativa e criminal dos funcionários envolvidos.”Foi um ato de extrema covardia que não contribui para o processo socio-educativo desses jovens. Quando estes internos voltarem para a sociedade, estarão mais revoltados”, diz Ariel.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB-SP, pelos telefones 3105-0465 e 239-5122, ramal 224.