Seminário sobre Direito e Mediação


09/10/2001

Seminário sobre Direito e Mediação

A Comissão da Mulher Advogada da OAB-SP realiza no dia 11 de outubro, seminário sobre “Direito e Mediação”, às 19 horas, no Salão Nobre da Ordem, na Praça da Sé, 385 – 1º andar. Estarão presentes o juiz auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça, Ricardo Cunha Chimenti, a conselheira da Seccional, Lia Justiniano dos Santos, e a psicanalista Eliana Riberti Nazareth.
A mediação já é aplicada nos Estados Unidos, Canadá, Espanha, França e Inglaterra e, no Brasil, está sendo vista pelo Poder Judiciário como uma importante alternativa para solucionar o problema da morosidade da Justiça. O campo de atuação da mediação é amplo e seu efeito, a curto prazo, será reduzir o tempo de solução dos conflitos que chegam à Justiça. “A Mediação traz um novo conceito à prática do Direito, já que não tem caráter adversarial. Ao contrário, opta pelo diálogo e pelo entendimento entre as partes, mediados por um especialista neutro. Como pode ser utilizada tanto por pessoas físicas, como jurídicas e públicas, e envolve técnicas de negociação processualizada, vai agilizar consideravelmente o andamento de processos”, diz Carlos Miguel Aidar, presidente da OAB-SP.
Recentemente, o presidente da OAB-SP, Carlos Miguel Aidar, a ministra do Superior Tribunal de Justiça, Fátima Nancy Andrighi, os desembargadores Sidnei Beneti e César Peluso e os advogados brasileiros especializados em mediação, Kazuo Watanabe e José Carlos de Mello Dias se reuniram com o advogado americano Stephen Mayo, diretor do Instituto para Estudo e Desenvolvimento de Sistemas Legais, na sede da Seccional para discutir detalhes sobre o emprego da Mediação nos EUA e outros países.
Informações e inscrições pelos telefones (11) 3107-0643 ou 3241-5122, ramal 264, ou pelo e-mail mulheradvogada@oabsp.org.br. Ao final, serão conferidos certificados de participação.
Mais informações para a Imprensa pelos telefones (11) 3105-0465 ou 3241-5122, ramal 224