Exposição da OAB-SP relata visão da criança sobre a violência


27/11/2001

Exposição da OAB-SP relata visão da criança sobre a violência

A Subcomissão de Segurança Pública, da Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP, promove nos dias 28 e 29 de novembro, a exposição “A Resposta do Inconsciente à Violência”, no Espaço Cultural da OAB-SP, das 14 às 20h30 (Rua Senador Feijó, 143).

A exposição retrata as conclusões da pesquisa “A Subjetividade da Criança Através da Escuta e do Desenho” , realizada pela OAB-SP, em parceria com o Instituto Tempos Modernos – Clínica Escuta Analítica, que selecionou desenhos e redações de crianças entre 7 a 10 anos de idade, da rede pública de ensino, na periferia de São Paulo. “ A idéia era chamar a atenção de professores, pais, psicólogos e da sociedade para o fato de que, independente da faixa etária, as crianças estão sempre atentas a tudo o que vêem e ouvem e, por não encontrarem palavras para se expressarem acabam se angustiando”, diz, a coordenadora da Subcomissão, Margaret de Souza.

Nos desenhos e redações, as crianças abarcam a realidade que vivem em casa, na rua e na escola. “A insubordinação e a agressividade da criança na sala de aula é, na maioria das vezes, resultado do grande índice de alcoolismo paterno que, resulta em violência física contra a criança ou contra mãe e à falta de diálogo com a família”, explica Margaret. Há muito dramas singulares, que retratam episódios de violência.

A exposição será itinerante e percorrerá outras cidades para fazer um alerta sobre a realidade de violência experenciada pelas crianças. Segundo Margaret, a Ordem quer sensibilizar as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação e Saúde para dar continuidade a um trabalho que se volte para dar uma resposta a esse universo de violência e angústia, vivenciado pela criança e detectado nessa leitura psicanalítica, que podem jogá-las em um círculo vicioso.

Mais informações para a Imprensa pelos telefones (11) 3105-0465 ou 3241-5122, ramal 224.