Ato contra a guerra amanhã


14/02/2003

Ato contra a guerra amnhã

O Comitê São Paulo contra a Guerra ao Iraque, composto pela Comissão de Direitos Humanos da OAB SP e entidades como Greenpeace, MST, CUT, Grupo Tortura Nunca Mais e partidos políticos, pretende mobilizar neste sábado cerca de 30 mil pessoas numa passeata pelas ruas da Capital. O objetivo do Comitê é criar um movimento massivo de pacifistas brasileiros que fará parte do dia internacional contra a guerra ao Iraque, criado por grupos europeus e americanos.

A Seccional paulista da Ordem dos Advogados já havia divulgado nesta semana uma nota oficial expressando intensa preocupação com relação às perspectivas de iminente intervenção militar no Iraque. Na nota, assinada pelo presidente em exercício da entidade, Orlando Maluf Haddad, os advogados manifestam que a guerra não pode ser pensada como solução para nenhum conflito, pois somente traz a desgraça para vencedores e vencidos.

“A partir desse referencial humanista, a OAB SP conclama o concerto das nações a evitarem a todo o custo o uso da força para o desate de suas pendências com o Iraque ou qualquer outro país, confiando até o fim que seja encontrada a solução pacífica por todos almejada, mediante o adequado cumprimento das resoluções da Organização das Nações Unidas, conforme as diligências já em curso”, frisa a nota.

O ato de protesto deste sábado é aberto à participação de todos, e sairá do Museu de Artes de São Paulo (MASP) às 16 horas, rumo ao Ibirapuera, onde às 18 horas deverá ocorrer um abraço ao Obelisco, simbolizando a necessidade de união e paz entre os povos. O Comitê sugere que os participantes vistam roupas brancas.

Informações para a Imprensa na Assessoria de Imprensa da OAB SP, telefones 3291-8175/82.