ELEIÇÃO DA OAB SP GANHA DEBATE TELEVISIVO


21/07/2003

ELEIÇÃO DA OAB SP GANHA DEBATE TELEVISIVO

Pela primeira vez na história, os candidatos à presidência da OAB SP estarão reunidos em um debate público na TV. A proposta é do presidente da Ordem, Carlos Miguel Aidar. “Junto com o voto eletrônico, o debate entre os candidatos modernizará e tornará mais democrático o processo eleitoral dentro da Ordem, porque permitirá aos advogados conhecer as teses daqueles que anseiam em liderar a Advocacia no Estado de São Paulo e colocará os candidatos frente a um novo tipo de teste – o debate de propostas”, diz Aidar, lembrando que o voto é obrigatório para todos os 180 mil advogados paulistas.

O presidente da OAB SP acredita que a nova formatação da eleição na Ordem, assimilando muitos aspectos da eleição político-partidária, é positiva, porque impõe um padrão de maior de transparência aos candidatos e transforma os advogados em eleitores protagonistas do processo. “Todos vão querer conhecer e comparar os programas e compromissos de cada candidato, quem são os seus aliados e apoiadores da campanha, inclusive financeiros”, aponta Aidar.

O debate será veiculado pela TV Cidadania, programa jornalístico semanal , gerado pela OAB SP para a Rede Vida e TV Comunitária. Para Aidar, o formato do debate deverá obedecer às fórmulas já consagradas, com a escolha, de comum acordo, de temas principais, como defesa das prerrogativas, ensino jurídico, previdência privada dos advogados, assistência judiciária, quinto constitucional, papel da Ordem, ética, reforma do Judiciário etc. “ É fundamental , também, propor blocos de discussão, com perguntas sorteadas e de candidato para candidato, além de controlar o tempo de cada um, porque advogado gosta de discursar”, adverte Aidar.

A expectativa do presidente da OAB SP é de total endosso dos candidatos à proposta de debate televisivo. “ É a primeira vez que os candidatos se enfrentarão em um debate público. Será a chance de muitos conquistarem votos . Quem não vier, poderá perder votos, uma vez que a democracia é um princípio fundamental à Advocacia e ela só se faz com a discussão de idéias, a controvérsia e o diálogo”, diz Aidar, que espera um debate de alto nível.

O debate está previsto para acontecer um mês antes das eleições, quando todas as chapas oficiais já estarão registradas. Pelo Regulamento Geral, o registro das mesmas pode acontecer até 30 dias antes do pleito, que acorrerá no final de novembro. Podem se candidatar advogados regularmente inscritos na OAB, que exerçam a profissão há 5 anos, estejam em dia com a anuidade, que não tenham ocupado cargos ou funções incompatíveis com a Advocacia e não tenham sido condenados por infração ética-disciplinar.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.