OAB SP REPUDIA ARAPONGAGEM CONTRA ENTIDADES SOCIAIS


01/12/2004

OAB SP REPUDIA ARAPONGAGEM CONTRA ENTIDADES SOCIAIS

O coordenador da Comissão de Direitos Humanos da OAB SP, Hédio Silva Júnior, esteve com o delegado geral de Polícia Civil de São Paulo, Marco Antonio Desgualdo, no último dia 26 de novembro, para conhecer detalhes do pedido formulado pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República para que as políciais estaduais vigiassem atividades de cerca de dez movimentos e entidades sociais.

Para Hédio Silva, este tipo de monitoramento, pedido da Senasp, constitui um abuso de poder inadmissível e afirma que a Comissão ficará atenta a novas iniciativas do governo neste sentido. “ A OAB SP considera inaceitável qualquer tipo de arapongagem de cunho político-ideológico, porque fere o Estado democrático de Direito”, ressaltou o presidente da Ordem, Luiz Flávio Borges D´Urso.

Mais informações, na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82.