OAB SP DEVOLVE REPRESENTAÇÃO DA CPI DO TRÁFICO DE ARMAS PARA CONSELHO FEDERAL


19/05/2006

OAB SP DEVOLVE REPRESENTAÇÃO DA CPI DO TRÁFICO DE ARMAS PARA O CONSELHO FEDERAL

OAB SP DEVOLVE REPRESENTAÇÃO DA CPI DO TRÁFICO DE ARMAS PARA O CONSELHO FEDERAL


Nesta sexta-feira (19/5), a OAB SP devolveu para o Conselho Federal da OAB cópia da representação da CPI do Tráfico de Armas contra dois advogados inscritos na Seccional Paulista, suspeitos de terem comprado de um servidor terceirizado da Câmara dos Deputados gravação de reunião reservada contendo informações sigilosas prestadas pelo diretor do Deic , Godofredo Bittencourt, e pelo delegado de Roubos a Bancos do Deic, Ruy Ferraz Fontes, sobre ações que seriam realizadas contra o crime organizado. A representação da CPI foi encaminhada pelo Conselho Federal a São Paulo, na última quinta-feira(18/5).

“Considerando a esfera de competência definida pelo Art. 70, do Estatuto do Advogado (Lei 8.906/94), outorgando poderes para punir disciplinarmente o advogado na Seccional onde a infração foi cometida, o Tribunal de Ética e Disciplina de São Paulo, tão logo recebeu o pedido da CPI , fez uma análise à luz do Estatuto e remeteu nesta data (19/5) o procedimento de volta para o Conselho Federal para o devido encaminhamento para a Seccional do Distrito Federal, no sentido de atender as providências solicitadas pela CPI, uma vez que a suposta infração ocorreu em Brasília”, afirmou o presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso.

Mais informações na Assessoria de Imprensa da OAB SP, pelos telefones 3291-8175/82