Varas do Fórum Trabalhista de Barueri reabrem só na terça-feira

02/02/2007

Atividades estão suspensas desde o último dia 15 de janeiro

Nova portaria do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-SP) prorroga até segunda-feira (5/2) a suspensão do expediente e a contagem dos prazos no Serviço de Distribuição dos Feitos e nas Varas do Trabalho e Secretarias do Fórum Trabalhista de Barueri.

Durante esse período, equipes do tribunal concluem a mudança e adaptação das instalações das varas no prédio do antigo fórum, na rua Rio Grande do Sul – Jardim Boa Vista, enquanto a direção do TRT-SP aguarda uma definição dos técnicos da Prefeitura de Barueri sobre a liberação no prédio do fórum novo, na Rua da Independência.

Segundo a portaria do TRT-SP, "com exceção dos julgamentos, as demais audiências a serem realizadas no período serão redesignadas e as novas designações serão oportunamente comunicadas às partes e seus procuradores". Um juiz plantonista receberá as medidas urgentes.

As atividades das Varas do Trabalho de Barueri estão suspensas desde o último dia 15 de janeiro, quando o edifício do fórum apresentou problemas estruturais.

Veja a íntegra da portarua: 

PORTARIA GP/CR nº 04/2007

O JUIZ PRESIDENTE E O JUIZ CORREGEDOR DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEGUNDA REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

considerando as adaptações nas dependências do edifício do Fórum Trabalhista de Barueri,

FAZEM SABER:

que fica prorrogada até 5 de fevereiro de 2007 a suspensão do expediente, bem como a contagem dos prazos no Serviço de Distribuição dos Feitos e nas Varas do Trabalho e respectivas Secretarias daquele Fórum. Com exceção dos julgamentos, as demais audiências a serem realizadas no período serão adiadas e as novas designações serão oportunamente comunicadas às partes e seus procuradores.

Um juiz plantonista receberá as medidas urgentes.

Registre-se, publique-se e cumpra-se.

São Paulo, 2 de fevereiro de 2007.

 ANTÔNIO JOSÉ TEIXEIRA DE CARVALHO

Juiz Presidente do Tribunal

DECIO SEBASTIÃO DAIDONE

Juiz Corregedor