EXAME DE ORDEM 133 TERÁ MAIS DE 18 MIL CANDIDATOS


17/08/2007

Neste domingo (19/8), 18.470 candidatos participam da primeira fase do Exame de Ordem de número 133 da OAB-SP.

A prova objetiva terá 5 horas de duração,  contendo 100 questões de múltipla escolha, que versarão sobre Direito Constitucional, Civil, Empresarial, Penal, do Trabalho, Administrativo, Tributário, Processual Civil, Processual Penal e também sobre o Estatuto da Advocacia e da OAB, Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina.  As questões serão inseridas no site da OAB SP no próprio domingo e o gabarito será publicado até terça-feira. No Exame anterior, 20.173 bacharéis se inscreveram e foram aprovados 6.468  (31,33%).

A apresentação dos inscritos será às 7h30 e o fechamento dos portões será impreterivelmente às 8 horas. Somente será admitido à sala de prova o candidato que estiver portando um dos seguintes documentos de identidade original e dentro do prazo de validade, conforme o caso: Carteira de Identidade expedida pela Secretaria de Segurança, Forças Armadas, Polícia Militar, Ministério das Relações Exteriores; Cédulas de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe, que, por força de Lei Federal, vale como documento de identidade, como por exemplo: a Carteira de Estagiário expedida pela OAB, CREA, CRC; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como a nova Carteira Nacional de Habilitação, com fotografia.

As provas serão aplicadas em 28 cidades. São Paulo tem o maior número de inscrições: 6.913. Além da capital haverá provas em Americana (com 240 inscritos), Araçatuba (328), Araraquara (244), Barretos (125), Bauru (580), Bragança Paulista (207), Campinas (967), Espírito Santo do Pinhal (130), Franca (257), Guarulhos (530), Itapetininga (229), Jundiaí (316), Marília (470), Mogi das Cruzes (479), Osasco (737) Piracicaba (445), Presidente Prudente (309), Ribeirão Preto (627), Santos (776), São Bernardo do Campo-São Caetano do Sul (1012), São Carlos (180), São João da Boa Vista (158), São José do Rio Preto (821), São José dos Campos (449), Sorocaba (490), Taubaté (320) e Tupã (131).

Os candidatos que acertarem, no mínimo, 50% das questões estarão aptos a prestar a segunda fase do exame, desta vez um prova prático profissional, que consiste em cinco questões práticas, com peso 5, e a redação de peça profissional, também com peso 5. Com 5 horas de duração, os bacharéis poderão consultar a legislação, livros de doutrina e repertórios de jurisprudência. Será aprovado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 6.

Nas duas fases estão proibidos o uso de telefone celular, agendas eletrônicas, aparelho de BIP, walkman ou qualquer outro receptor de mensagens.